AVISO


OS COMENTÁRIOS, E AS PUBLICAÇÕES DE OUTROS
NÃO REFLETEM NECESSARIAMENTE A OPINIÃO DO ADMINISTRADOR DO "desenvolturas e desacatos"

Este blogue está aberto à participação de todos.


Não haverá censura aos textos mas carecerá
obviamente, da minha aprovação que depende
da actualidade do artigo, do tema abordado, da minha disponibilidade, e desde que não
contrarie a matriz do blogue.

Os comentários são inseridos automaticamente
com a excepção dos que o sistema considere como
SPAM, sem moderação e sem censura.

Serão excluídos os comentários que façam
a apologia do racismo, xenofobia, homofobia
ou do fascismo/nazismo.


terça-feira, 14 de maio de 2019

SEM PAPAS NA LÍNGUA




PÃO PÃO QUEIJO QUEIJO

Eu percebo de política, estou atento, leio, analiso e tiro as minhas ilações do que se vai passando.
Confesso no entanto que ando confuso e terei que prestar mais atenção à PORCA POLÍTICA QUE ESTÁ ENCHENDO A PANÇA A MUITOS E OFERECENDO MISÉRIA AOS PORTUGUESES.

São escandalosas as explicações que se dão os portugueses na tentativa de lhes fechar os olhos e passando um certificado de ignorância mesmo àqueles que já intervêm na sociedade portuguesa antes do 25 de Abril no combate à direita fascista.

Talvez por saberem que se pode mentir, deturpar, enganar o povo sem que daí venham penalizações, Portugal está no mesmo caminho da Europa onde os fantoches chegam com muita facilidade ao poder e governem imunes mesmo quando cometem crimes e são corruptos.

Não engulo que não hajam estratégias que possam combater o consumismo capitalista e que não haja forma de reverter o pensamento de muitos portugueses. No mundo já se venceram batalhas muito mais difíceis.
O capitalismo molda a cabeça das pessoas ? sim é verdade ! e então que fazem os que combatem o capitalismo ? constatam ? só constatam ! baixam os braços ?

As políticas meramente eleitoralistas, economicistas, nunca mudaram nada nas sociedades onde a classe explorada não reage perante a classe que a explora.

Não quero que me passe pela cabeça que os que se reivindicam de esquerda estejam acomodados, resignados, ou até aliados da exploração selvagem que se faz aos trabalhadores.

Uma coisa é certa ! já se passaram quatro décadas depois de Abril, é muito tempo ! e como diz o povo nem o "pai" morre nem a gente almoça.



António Garrochinho

Sem comentários: