AVISO


OS COMENTÁRIOS, E AS PUBLICAÇÕES DE OUTROS
NÃO REFLETEM NECESSARIAMENTE A OPINIÃO DO ADMINISTRADOR DO "desenvolturas e desacatos"

Este blogue está aberto à participação de todos.


Não haverá censura aos textos mas carecerá
obviamente, da minha aprovação que depende
da actualidade do artigo, do tema abordado, da minha disponibilidade, e desde que não
contrarie a matriz do blogue.

Os comentários são inseridos automaticamente
com a excepção dos que o sistema considere como
SPAM, sem moderação e sem censura.

Serão excluídos os comentários que façam
a apologia do racismo, xenofobia, homofobia
ou do fascismo/nazismo.


domingo, 28 de abril de 2019

SALVÉ MEDEIROS




SALVÉ MEDEIROS

Estou revoltado, inconsolável, triste por ver como se trata uma figura ariana, bela, inteligente, sábia, nobre, como a Medeiros xuxa.
Não merecia sua excelência ser uma simples presidente de Câmara.
Ela que de sangue azul saudavelmente arrogante, valente qual uma heroína dos cruzados, uma Joana dArc, ela que tão amiga é da plebe, ela que é um exemplo de liberdade e do verdadeiro socialismo (o da gaveta) do Rei Soares, ver-se agora aborrecida pelos gritos e vaias populares ao querer apagar a bem da Nação o Abril revolucionário, agitador, e enaltecer tudo o que cheire a Novembro, sim Novembro que é esse o mês de todos os puros, os que merecem e têm o poder da Portugália feminista da Medeiros xuxa.
Não merece isto esta jóia da coroa, esta mulher, que quer o luxo para todos os portugueses em geral, esta mulher que tem sempre razão,esta dama que só ela sabe governar, mostrar o caminho aos descrentes, aos desobedientes, aos vermelhos comunistas. 
Esta mulher foi soprada pelos deuses, foi abençoada. Esta mulher merecia estar nos tronos mais dourados do planeta, esta mulher merecia estar ao lado das figuras que fazem falta ao mundo, como o sol, os astros.

O povo de Almada, a plebe portuguesa é muito mal agradecida.

Levem-na em vida , levem-na para o Panteão antes que se estrague, se deteriore, ou Portugal ficará viúvo e pobrezinho.

António Garrochinho

Sem comentários: