AVISO


OS COMENTÁRIOS, E AS PUBLICAÇÕES DE OUTROS
NÃO REFLETEM NECESSARIAMENTE A OPINIÃO DO ADMINISTRADOR DO "desenvolturas e desacatos"

Este blogue está aberto à participação de todos.


Não haverá censura aos textos mas carecerá
obviamente, da minha aprovação que depende
da actualidade do artigo, do tema abordado, da minha disponibilidade, e desde que não
contrarie a matriz do blogue.

Os comentários são inseridos automaticamente
com a excepção dos que o sistema considere como
SPAM, sem moderação e sem censura.

Serão excluídos os comentários que façam
a apologia do racismo, xenofobia, homofobia
ou do fascismo/nazismo.


quarta-feira, 30 de janeiro de 2019

Pantera Negra e o Congo





Pantera Negra: Diretor se baseou nas minas do Congo para criar as minas de "vibranium" em Wakanda

Publicado por  no site Nerd Trip
https://www.nerdtrip.com.br
Data da Publicação: 21/02/2018

O diretor do excelente “Pantera Negra” Ryan Coogler, baseou as minas de vibranium em Wakanda, com a situação da vida real das minas do Congo, onde o valioso coltan está sendo extraído.
O coltan é uma mistura de dois minerais: columbita e tantalita. Da columbita se extrai o nióbio e da tantalita, o tântalo.
Tântalo – É um metal de alta resistência térmica, eletro-magnética e corrosiva. Por conta disso, é muito utilizado na fabricação de pequenos condensadores utilizados na maioria dos aparelhos eletrónicos portáteis (celulares, notebooks, computadores automotivos).
Nióbio – Semelhante ao tântalo, mas com a característica de ser um  poderoso supercondutor.
Ambos são fundamentais para toda a tecnologia relacionada a equipamentos eletrónicos.
As maiores reservas mundiais desse valioso mineral fica na República Democrática do Congo, onde se trava uma guerra civil há anos em torno da posse das minas, entre outras complicações étnicas, territoriais e políticas.
Diferente de Wakanda, que vive a glória e a plenitude de uma sociedade que agrega tecnologia, sem oprimir seu povo e seu ecossistema, a República Democrática do Congo sofre com a exploração do lucrativo metal.
A guerra pelo domínio de sua produção é responsável pela matança de vários animais (principalmente Gorilas e Elefantes) e pela profunda exploração humana (camponeses, prisioneiros de guerra, refugiados e crianças que extraem columbita e tantalita, sempre vigiados por militares).
As consequências ambientais são alarmantes. Para a maciça extração do coltan, invadiu-se parques ecológicos nacionais da República Democrática do Congo, que acarretou as mortes de 80% da população de elefantes e 90% de gorilas.
Afirma-se que a maioria das multinacionais fabricantes de celulares está envolvida na compra do coltan congolês e na manutenção de governos corruptos.
O coltan é um  ótimo exemplo de como  o capitalismo passa por cima da dignidade humana e da vida animal para alcançar cada vez mais lucro.
No Brasil, as maiores reservas de tantalita encontram-se nos estados de Roraima e no Amapá.

FONTE: https://www.nerdtrip.com.br/filmes/pantera-negra-diretor-se-baseou-nas-minas-do-congo-para-criar-as-minas-de-vibranium-em-wakanda/

niobiodobrasil.blogspot.com

Sem comentários: