AVISO


OS COMENTÁRIOS, E AS PUBLICAÇÕES DE OUTROS
NÃO REFLETEM NECESSARIAMENTE A OPINIÃO DO ADMINISTRADOR DO "desenvolturas e desacatos"

Este blogue está aberto à participação de todos.


Não haverá censura aos textos mas carecerá
obviamente, da minha aprovação que depende
da actualidade do artigo, do tema abordado, da minha disponibilidade, e desde que não
contrarie a matriz do blogue.

Os comentários são inseridos automaticamente
com a excepção dos que o sistema considere como
SPAM, sem moderação e sem censura.

Serão excluídos os comentários que façam
a apologia do racismo, xenofobia, homofobia
ou do fascismo/nazismo.


quarta-feira, 5 de dezembro de 2018

Detido homem que esfaqueou senhorio no Fórum Algarve





O homem que esfaqueou o senhorio, no Fórum Algarve, em Faro, foi detido esta terça-feira, pela PSP.

É suspeito de tentativa de homicídio, ofensas e ameaças agravadas. Os crimes ocorreram há quase duas semanas, mas só agora chegaram à PSP de Faro os mandados de detenção e buscas domiciliárias e às viaturas.

Segundo apurou o JN, António Damião, um conhecido ex-segurança da noite farense e que já cumpriu pena por tráfico de cocaína, foi detido cerca das 15.30 horas à porta de casa, em Faro. Os agentes apreenderam-lhe 17,5 doses de cocaína, material para o acondicionamento da droga, três facas táticas, um martelo, um machado, um cutelo, uma foice, duas viaturas e cerca de mil euros em dinheiro.

A agressão ocorreu no passado dia 21 de novembro junto à Aldeia Natal, onde estavam crianças. Um vídeo, filmado por uma testemunha, foi posto a circular nas redes sociais. Nas imagens era possível ver-se o agressor com uma arma branca na mão direita a esfaquear o senhorio, que cai, derrubando uma estrutura de madeira e sendo novamente agredido já no chão, perante o pânico de quem assistia a tudo. O motivo seriam desavenças relacionadas com a falta de pagamentos. Dias antes, a vítima tinha apresentado queixa contra o agressor por ameaças, que se estenderam à companheira e à filha menor.

António Damião foi condenado em 2008 a oito anos e oito meses de prisão. Vendia cocaína em bares e discotecas que um traficante, também condenado, trazia de Espanha, num processo conhecido como "Noite Branca". A pena foi agravada por ter na sua posse uma arma para a qual não tinha licença e por ter antecedentes criminais.

O homem, que agora efetua trabalhos como "cãobeleireiro", tem várias denúncias recentes por agressões e ameaças, que a PSP juntou à queixa dos crimes cometidos no centro comercial e que remeteu ao Ministério Público, na tentativa de que lhe seja aplicada a medida de coação mais gravosa, a prisão preventiva. A decisão do juiz de instrução poderá ser conhecida esta quinta-feira, dia em que se prevê que seja presente a tribunal.


www.jn.pt

Sem comentários:

Enviar um comentário