AVISO


OS COMENTÁRIOS, E AS PUBLICAÇÕES DE OUTROS
NÃO REFLETEM NECESSARIAMENTE A OPINIÃO DO ADMINISTRADOR DO "desenvolturas e desacatos"

Este blogue está aberto à participação de todos.


Não haverá censura aos textos mas carecerá
obviamente, da minha aprovação que depende
da actualidade do artigo, do tema abordado, da minha disponibilidade, e desde que não
contrarie a matriz do blogue.

Os comentários são inseridos automaticamente
com a excepção dos que o sistema considere como
SPAM, sem moderação e sem censura.

Serão excluídos os comentários que façam
a apologia do racismo, xenofobia, homofobia
ou do fascismo/nazismo.


domingo, 23 de dezembro de 2018

CONSTRUTOR DE POBRES




CONSTRUTOR DE POBRES
«A única forma de ajudar os mais pobres é combater a xenofobia e o racismo, como estamos a fazer aqui.» Disse-o, sem nenhuma vergonha na cara, o palhaço rico do capitalismo nacional. O trapezista ventoso, Rebelo de Sousa.
Há décadas que os portugueses mais atentos o não respeitam do ponto de vista ético. Aldrabão contumaz, nunca abandona a característica que lhe deu notoriedade televisiva, como vender-se em sabonete.
A ÚNICA forma de ajudar os mais pobres, sabemo-lo, é fazer a Revolução social. Ora, é tudo o que este Rebelo de pacotilha não quer. Dedicou toda a sua vida a impedir qualquer avanço popular e político que contemplasse a destruição da pobreza e dos pobres.
A xenofobia e o racismo são instintos primários de desumanidade militante, que é apanágio dos poderosos, dos ricos, das “elites”, das “forças vivas” mais retrógradas da sociedade de classes.

Sem comentários: