AVISO


OS COMENTÁRIOS, E AS PUBLICAÇÕES DE OUTROS
NÃO REFLETEM NECESSARIAMENTE A OPINIÃO DO ADMINISTRADOR DO "desenvolturas e desacatos"

Este blogue está aberto à participação de todos.


Não haverá censura aos textos mas carecerá
obviamente, da minha aprovação que depende
da actualidade do artigo, do tema abordado, da minha disponibilidade, e desde que não
contrarie a matriz do blogue.

Os comentários são inseridos automaticamente
com a excepção dos que o sistema considere como
SPAM, sem moderação e sem censura.

Serão excluídos os comentários que façam
a apologia do racismo, xenofobia, homofobia
ou do fascismo/nazismo.


quarta-feira, 12 de setembro de 2018

TRANSMITEM AO VIVO O MASSACRE DE CETÁCEOS NAS ILHAS FAROÉ



As tristes imagens foram publicada hoje nas redes sociais, onde mostram como os moradores das Ilhas Faroé, Dinamarca, matam dezenas de cetáceos nas praias desse arquipélago do Atlântico Norte. Essas cruéis cenas foram transmitidas ao vivo pela organização ecologista pela conservação da fauna marinha Sea Shepherd em sua conta de Facebook, desde a localidade de Hvalvik. Nesta jornada foram sacrificados ao menos uma centena de golfinhos brancos e baleias piloto.

Conquanto as normas locais estabelecem que os cetáceos devem ser sacrificados utilizando ferramentas especiais para atenuar o sofrimento dos animais, no vídeo vemos os moradores locais cortando a cabeça dos golfinhos com facas.

Advertência, as seguintes imagens podem ferir sua sensibilidade.

VÍDEO
Este foi o 11º sacrifício de cetáceos realizado só nesta temporada de caçada do 2018. A cada ano 800 baleias piloto e golfinhos são sacrificados nas ilhas por sua carne e gordura, que são distribuídas entre os habitantes desse arquipélago.

Esta tradição manteve-se durante séculos e vem gerando fortes protestos de grupos de defensores dos direitos dos animais. Ainda que a caça de cetáceos esteja proibida na União Européia, a Dinamarca optou por proteger esta polêmica tradição nas remotas ilhas. Ademais, o arquipélago é uma região autônoma do Reino da Dinamarca que não pertence ao bloco europeu.

- "A caça de baleias é uma parte natural da vida nas ilhas Faroé e um complemento importante para os meios de subsistência de seus habitantes", disse um porta-voz do Governo local. - "Não há dúvidas de que a caça de baleias piloto é um espetáculo grotesco para as pessoas que não estão familiarizadas com a caça e matança de mamíferos. No entanto, a caça é bem organizada e completamente regularizada", agregou.

VÍDEO
https://www.mdig.com.br

Sem comentários:

Enviar um comentário