AVISO

OS COMENTÁRIOS, E AS PUBLICAÇÕES DE OUTROS NÃO REFLETEM NECESSARIAMENTE A OPINIÃO DO ADMINISTRADOR DO "desenvolturasedesacatos"

Este blogue está aberto à participação de todos.


Não haverá censura aos textos mas carecerá
obviamente, da minha aprovação que depende
da actualidade do artigo, do tema abordado, da minha disponibilidade, e desde que não
contrarie a matriz do blogue.

Os comentários são inseridos automaticamente
com a excepção dos que o sistema considere como
SPAM, sem moderação e sem censura.

Serão excluídos os comentários que façam
a apologia do racismo, xenofobia, homofobia
ou do fascismo/nazismo.


quinta-feira, 9 de agosto de 2018

VOLTA A PORTUGAL EM BICICLETA - W52-FC Porto controla e espanhol vence em Viana do Castelo




Corredor da Euskadi-Murias venceu a sétima etapa, com todos os favoritos a chegarem juntos à meta instalada numa subida de terceira categoria.

Raúl Alarcón (W52-FC Porto) continua a envergar a camisola amarela da Volta a Portugal, com 52 segundos de vantagem para Joni Brandão (Sporting-Tavira) e 1m41s para Vicente de Mateos (Aviludo-Louletano), pois a sétima etapa, mesmo terminando a subir em Santa Lúzia, nada alterou na geral, tendo o espanhol Enrique Sanz ganho ao sprint num grupo que integrava todos os favoritos.


Após 165,5 quilómetros marcados com várias tentativas de fuga, a W52-FC Porto controlou o pelotão à entrada de Viana do Castelo e foi sem escapadas que se subiram os 3,3 quilómetros finais

Os portistas Gustavo Veloso, Ricardo Mestre e João Rodrigues marcaram o ritmo até ao último quilómetro, para depois ser Alarcón a vigiar os ataques finais.

Enrique Sanz, de 28 anos e antigo corredor da Movistar, foi o mais forte a sprintar, batendo Daniel Mestre, da Efapel, com Alarcón em terceiro e Vicente de Mateos e Joni Brandão nas posições seguintes


www.ojogo.pt

Sem comentários:

Enviar um comentário