AVISO

OS COMENTÁRIOS, E AS PUBLICAÇÕES DE OUTROS NÃO REFLETEM NECESSARIAMENTE A OPINIÃO DO ADMINISTRADOR DO "desenvolturasedesacatos"

Este blogue está aberto à participação de todos.


Não haverá censura aos textos mas carecerá
obviamente, da minha aprovação que depende
da actualidade do artigo, do tema abordado, da minha disponibilidade, e desde que não
contrarie a matriz do blogue.

Os comentários são inseridos automaticamente
com a excepção dos que o sistema considere como
SPAM, sem moderação e sem censura.

Serão excluídos os comentários que façam
a apologia do racismo, xenofobia, homofobia
ou do fascismo/nazismo.


domingo, 12 de agosto de 2018

Raúl Alárcon vence 80ª Volta a Portugal


Espanhol conquista a Volta pela segunda vez, num dia em que Vicente de Mateos voltou a ser o mais rápido.
Foto: Nuno Veiga/Lusa

O espanhol Raúl Alárcon conquistou pela segunda vez consecutiva a Volta a Portugal em bicicleta, que terminou este domingo com um contrarrelógio em Fafe.
O ciclista espanhol da equipa FC Porto-W52 fez o terceiro melhor tempo no percurso de 17,3 quilómetros e segurou a camisola amarela.
Jóni Brandão ficou em quarto lugar no "crono" final e não conseguiu recuperar a desvantagem para Alárcon. O homem do Sporting-Tavira termina a volta no segundo lugar, a um minuto e três segundos do espanhol.
Vicente de Mateos foi o mais rápido do dia. O ciclista da Aviludo-Louletano-Uli demorou 25,17 minutos a cumprir o percurso nas ruas de Fafe, seguido de João Rodrigues.
O FC Porto-W52 também ganhou por equipas.
Numa primeira reação ao bis na Volta a Portugal, Raúl Alárcon era um homem emocionado e agradecido aos seus colegas de equipa.
“Estou muito contente. Vamos festejar. São muitas emoções, não tenho muitas palavras, fiquei sem palavras. A equipa esteve bem, trabalhámos muito, estamos unidos”, declarou Alárcon, à RTP.
Classificação individual final
1- Raúl Alárcon 41:15:32 horas
2- Jóni Brandão, a 1,03 minutos
3- Vicente de Matteos, a 1,14'
4- Edgar Pinto
5- Frederico Figueiredo
6- João Benta
7- João Rodrigues
8- Ricardo Mestre
9- Domingos Gonçalves
10- Henrique Casimiro



rr.sapo.pt

Sem comentários:

Enviar um comentário