AVISO

OS COMENTÁRIOS, E AS PUBLICAÇÕES DE OUTROS NÃO REFLETEM NECESSARIAMENTE A OPINIÃO DO ADMINISTRADOR DO "desenvolturasedesacatos"

Este blogue está aberto à participação de todos.


Não haverá censura aos textos mas carecerá
obviamente, da minha aprovação que depende
da actualidade do artigo, do tema abordado, da minha disponibilidade, e desde que não
contrarie a matriz do blogue.

Os comentários são inseridos automaticamente
com a excepção dos que o sistema considere como
SPAM, sem moderação e sem censura.

Serão excluídos os comentários que façam
a apologia do racismo, xenofobia, homofobia
ou do fascismo/nazismo.


quarta-feira, 8 de agosto de 2018

Desemprego continua a descer, mas precariedade sobe


A taxa de desemprego desceu para 6,7% no segundo trimestre, o valor mais baixo da série que se iniciou em 2011. Maior fatia do emprego criado é com contratos a prazo.
https://www.abrilabril.pt/sites/default/files/styles/jumbo1200x630/public/assets/img/6855.jpg?itok=ORicjpg_
Um desempregado lê os anúncios no Centro de Emprego da Amadora, 2 de Setembro de 2013
Os dados divulgados esta manhã pelo Instituto Nacional de Estatística mostram uma redução na taxa de desemprego e de subutilização do trabalho (que inclui trabalhadores a tempo parcial disponíveis para aumentar a carga horária ou desempregados que não procuram emprego ou não estão disponíveis).
A primeira fixou-se em 6,7%, quando há um ano era de 8,8%, enquanto a segunda ficou em 13,3%, enquanto no segundo trimestre de de 2017 era de 16,6%.
Apesar desta redução, a criação de emprego, particularmente desde o início do ano, deu-se essencialmente através de vínculos precários, nomeadamente contratos a prazo, que subiram 3,5% entre Abril e Junho, enquanto os contratos efectivos subiram apenas 0,8%.


www.abrilabril.pt

Sem comentários:

Enviar um comentário