AVISO


OS COMENTÁRIOS, E AS PUBLICAÇÕES DE OUTROS
NÃO REFLETEM NECESSARIAMENTE A OPINIÃO DO ADMINISTRADOR DO "desenvolturas e desacatos"

Este blogue está aberto à participação de todos.


Não haverá censura aos textos mas carecerá
obviamente, da minha aprovação que depende
da actualidade do artigo, do tema abordado, da minha disponibilidade, e desde que não
contrarie a matriz do blogue.

Os comentários são inseridos automaticamente
com a excepção dos que o sistema considere como
SPAM, sem moderação e sem censura.

Serão excluídos os comentários que façam
a apologia do racismo, xenofobia, homofobia
ou do fascismo/nazismo.


terça-feira, 12 de junho de 2018

Aqui estão 12 provas que as pessoas desorganizadas são mais inteligentes




desordem continua a se acumular em todos os setores da sua vida. Você não consegue encontrar as chaves do seu carro ou o celular, você entra no carro para ir a algum lugar e se vê indo na direção errada, sua mesa de trabalho é uma bagunça, seu quarto é uma bagunça, e nada está “onde deveria estar”.
Pode ser que você sofra do que os psicólogos chamam de “desorganização crônica”. Mas, o que esses psicólogos também dizem, é que pessoas cronicamente desorganizadas têm maior inteligência e criatividade. Então, da próxima vez que alguém te criticar por sua desorganização, você terá alguns argumentos para se defender. Portanto, aqui estão 12 provas que demonstram o alto nível inteligencia dos cronicamente desorganizados.
1. Eles têm pontuação alta nos testes de QI verbal, geralmente na faixa de superdotados.
Os testes de QI têm duas partes, verbal e performance. Verbal está relacionado a áreas do cérebro que promovem idéias, pensamento “global”, curiosidade e questionamentos “e se”.
A parte de desempenho de um teste de QI avalia a capacidade de obter informações factuais e manipulá-las corretamente, aplicá-las a situações, ver correlações de causa, efeito e compreender processos passo a passo.
As pessoas desorganizadas tendem a testar bem na escala verbal, porque podem chegar a soluções únicas, elas não estão vinculadas às normas do conhecimento atual e aos métodos tradicionais de fazer as coisas.
2. Eles têm altos níveis de criatividade.
Na verdade, existem vários testes normatizados para a criatividade. sendo o mais conhecido, o teste de Torrance . Esses testes, quando dados a indivíduos com desorganização crônica, descobrem que há altas pontuações em áreas como contar histórias, visualizações incomuns , humor, quebrar limites normais, pensar “fora da caixa” e uma riqueza nas imagens que criam em suas mentes.
De acordo com os autores do teste de Torrance, os indivíduos que têm pontuação alta na bateria de testes são, na maioria das vezes, aqueles que têm ideias para novos produtos e serviços, que inventam.
3. Eles têm uma ampla gama de interesses.
Pessoas desorganizadas evidentemente precisam se envolver em uma variedade de atividades simultaneamente. Eles têm empregos regulares, mas estão sempre fazendo outras coisas, podem ter uma banda. fazem aulas de arte, criam sites ou paisagismo, ou até mesmo escrevendo um romance.
A pessoa desorganizada ama a variedade de novas experiências e desafios. São pessoas que obtêm grande alegria quando criam algo diferente e único, uma receita original, um uso exclusivo para um objeto comum ou um aplicativo de software que resolve um problema.
4. Eles processam informações através de seus hemisférios cerebrais direitos – o lado “criativo”.
As pessoas desorganizadas não pensam em linhas retas. Na solução para um problema, usam as informações factuais e as aplicam a novas situações. O pensamento linear e uma função do lado esquerdo do cérebro. O processador do cérebro direito usa todas as ideias de uma só vez e deixa, que por sua vez se desviem umas das outras na mente, e é no contínuo “salto” que as idéias criativas surgem.
No escritório ou a casa bagunçada, a incapacidade de colocar as coisas em passos pré-determinados, o “salto” de uma atividade para outra em nenhuma ordem particular, são todas manifestações do “salto” de idéias no cérebro.
5. Eles desenvolvem fortes apegos a coisas e pessoas muitas vezes não relacionadas.
A pessoa desorganizada, por razões que os psicólogos ainda são incapazes de determinar completamente, desenvolve esses fortes apegos, especialmente para uma ampla gama de objetos e pessoas com uma grande variedade de personalidades. O antropólogo Claude Levi-Strauss usou o termo “bricoleur” para descrever essas pessoas.
Eles vêem valor na diversidade, porque a diversidade estimula a atividade mental. Assim, a pessoa desorganizada pode ter um grupo eclético de amigos e até mesmo acumular alguns objetos, porque eles enxergam tantas possibilidades de aprendizado e de fazer.
6. Eles querem estar perto de pessoas de alta energia.
Pessoas com alto nível de energia permitem que a pessoa desorganizada atenda à necessidade de novas experiências, aprenda e satisfaça a curiosidade.
Como as pessoas de alta energia sempre têm alguma coisa acontecendo, o indivíduo desorganizado quer fazer parte daquelas “coisas”, porquê existe a oportunidade de ter uma nova experiência, aprender algo novo, pegar o que é aprendido e usá-lo para gerar novas ideias. Se você ainda não adivinhou, a própria pessoa desorganizada geralmente tem a energia muito alta. E o motivo da desordem e da bagunça? Ele não tem tempo para coisas pouco importantes.
7. Eles tendem a perder a noção do tempo.
Nesta vida, há compromissos, há reuniões, e há ocasiões sociais que são estabelecidas com antecedência. Quando a pessoa desorganizada está 30 minutos atrasada para um jantar em família, para uma reunião, para um casamento, etc., é porque ele se envolveu em outra (s) atividade (s) fascinante (s) e / ou descontroladamente interessante e está apenas em outra.
O tempo é linear e de menor importância para essa pessoa. No ambiente de trabalho, este indivíduo pode estar atrasado com um prazo final do projeto para o que ele acredita ser uma razão muito legítima. Ele ficou tão fascinado com um aspecto do projeto que passou horas pesquisando, porque pode haver uma maneira melhor de fazer. Embora isso possa ser frustrante para uma equipe de colegas de trabalho ou um chefe, a “melhor maneira” pode, na verdade, ser uma enorme economia de tempo e dinheiro.
8. Eles têm dificuldade em se concentrar quando não estão interessados ​​ou fascinados.
Pessoas desorganizadas muitas vezes têm dificuldade na escola, não porque lhes falta inteligência, pois claramente não têm. Mas se eles não estiverem interessados ​​na I Guerra Mundial ou em uma prova geométrica, eles não gastarão o tempo necessário para dominar esse conteúdo ou habilidade.
Nossas escolas estão cheias de crianças desorganizadas aprendendo coisas que não as interessa, colocado pelo sistema de educação como algo valioso. Se os professores não encontrarem formas criativas de engajá-los , eles “desligam” e suas notas podem mostrá-lo.
Mas dê-lhes um projeto que os fascine e então terão o resultado esperado. Em vez de escrever um trabalho de pesquisa, eles podem querer escrever uma peça de teatro, e devemos deixá-los. Para isso, é necessário incentivá-los que podá-los.
9. Eles são intuitivos, extrovertidos e se sentem de acordo com os testes de personalidade.
Há alguns anos, o teste de personalidade Myers-Briggs foi formulado e os tipos de personalidade estavam relacionados a tipos específicos de pessoas. As pessoas desorganizadas que fazem o teste de Myers-Briggs quase sempre têm notas altas em áreas que, compiladas, se relacionam a um tipo de personalidade identificado como “visionário”.
Essas pessoas amam um desafio e encontram inspiração na resolução de problemas que os outros consideram impossíveis. Eles são engenhosos e muitas vezes se recusam a fazer uma tarefa da maneira padrão. Visionários querem experimentar novos métodos.
10. Eles devem estar aprendendo o tempo todo.
Chris Fields, pesquisador e cientista da Universidade de Stanford, desenvolveu um perfil aprofundado da personalidade desorganizada. De acordo com ele, esses indivíduos são “viciados em insight”, eles têm uma necessidade imperiosa de pesquisar e aprender, contanto que o assunto seja interessante para eles.
Quando chegam a um momento “eureca” e há um novo insight ou solução, eles exibem extrema euforia. Esse “vício” pode levá-los a desafiar a autoridade da escola ou do trabalho e parecer ser argumentativo. De fato, alguma nova percepção fez com que eles vissem uma “regra” ou uma maneira tradicional de fazer as coisas como algo burro.
11. Eles pensam globalmente.
Pensamento global foi na verdade um termo de psicologia educacional antes de se tornar um termo usado para se relacionar com o “mundo” cada vez mais encolhido em que vivemos. A melhor maneira de descrever esse tipo de pensamento por parte de pessoas desorganizadas é através do exemplo.
É a noite anterior ao Natal e vários brinquedos precisam ser montados antes do amanhecer. O pensador linear obterá as instruções e, passo a passo, prosseguirá com o processo de montagem. O pensador global examinará a imagem do produto acabado e depois a montará com base na imagem. Ambos provavelmente serão bem-sucedidos na montagem (desde que não haja partes ausentes).
É a abordagem totalmente diferente. A mesma coisa vale para uma viagem planejada. O pensador linear fará as listas e as reservas ao longo do caminho. O pensador global apenas jogará alguns itens em uma mala e sairá, descobrindo onde comer e dormir ao longo do caminho. Há muito mais aventura nisso.
12. Eles podem parecer “nerds” ou “saber tudo” para os outros.
As pessoas desorganizadas precisam descobrir a verdade e, na maioria dos casos, sua própria marca de verdade. Eles podem passar muito tempo com livros e na Internet.
Na escola, eles podem ser vistos como ‘nerds”. Para os psicólogos, eles podem ser identificados como tendo Asperger. Eles não têm muita paciência para aqueles que querem “seguir o livro” em tudo. Eles pesquisam e pensam em como não “seguir o livro” e geralmente estão muito empenhados em expressar suas ideias e opiniões. Assim, eles podem obter uma reputação de ser um “sabe-tudo”.

Sem comentários:

Enviar um comentário