AVISO


OS COMENTÁRIOS, E AS PUBLICAÇÕES DE OUTROS
NÃO REFLETEM NECESSARIAMENTE A OPINIÃO DO ADMINISTRADOR DO "desenvolturasedesacatos"

Este blogue está aberto à participação de todos.


Não haverá censura aos textos mas carecerá
obviamente, da minha aprovação que depende
da actualidade do artigo, do tema abordado, da minha disponibilidade, e desde que não
contrarie a matriz do blogue.

Os comentários são inseridos automaticamente
com a excepção dos que o sistema considere como
SPAM, sem moderação e sem censura.

Serão excluídos os comentários que façam
a apologia do racismo, xenofobia, homofobia
ou do fascismo/nazismo.


quinta-feira, 14 de junho de 2018

7 HISTÓRIAS MISTERIOSAS QUE ENVOLVEM PESSOAS DE CORES ESTRANHAS



Por mais que a diversidade seja uma das mais fascinantes características humanas, levando em consideração que os animais das demais espécies são bastante similares entre si, essa diferença já gerou muitas desavenças na humanidade. O novo, ou mesmo o diferente, sempre chamou a atenção dos demais. O medo daquilo que não conhecemos ou que parece diferente para nós pode revelar o pior lado do ser humano e existem muito mais delas do que vocês imaginam.
Acontece que, apesar de associarmos as pessoas a certas cores específica, como se elas fizessem parte de uma palheta de cores que vai do bege até as cores mais pigmentadas, existem algumas variáveis nesse meio que você jamais sonharia. Algumas pessoas realmente excêntricas, em relação a sua cor, já existiram e as causas para elas são as mais variadas possíveis. Você, com certeza, vai se surpreender com essas histórias.

1 - As canárias

As guerras sempre geram mais consequências do que se pode imaginar e a Primeira Guerra Mundial, com certeza, não foi diferente neste aspecto. Como a maioria dos homens estava na luta, as mulheres acabaram tendo que trabalhar e muitas delas foram para as fábricas de munição, e foi lá que o inesperado aconteceu. Uma das tarefas feitas por elas, que mais tarde foram chamadas de 'Canárias', consistia em encher as munições com TNT. Acontece que esse produto acabou tendo algumas consequências para as mulheres que mexiam com ele.
O produto acabou causando erupções cutâneas, problemas no peito e até mesmo náuseas naquelas que trabalhavam com ele. Além disso, tanto o cabelo quanto a pele delas adquiriu uma cor amarelada brilhante. E foi exatamente isso que deu origem ao seu nome popular, que fazia referência ao canário - uma espécie de pássaro. Outro ponto interessante foi que as mulheres que trabalhavam com essa função e deram a luz nesse período acabaram passando a condição para os filhos. Mas, como eles não estavam constantemente em contato com o produto, ela acabou desaparecendo com o tempo.

2 - Pele alaranjada

Você sabe da onde veio a ideia de que comer cenoura faz bem para a visão? Bem, isso aconteceu durante a Segunda Guerra Mundial e foi criada pelos britânicos. Aparentemente, eles estavam tentando esconder o fato de que conseguiram desenvolver o radar e, para isso, precisavam de uma justificativa para as descobertas feitas por meio do equipamento. E, com isso, surgiu a história de que os pilotos britânicos estavam comendo muita cenoura e por isso estavam enxergando mais longe e melhor. A ideia se espalhou e as pessoas começaram a comer mais cenoura por conta disso mas, como você pode imaginar, o seu excesso acabou sendo prejudicial.
Acontece que a cenoura é rica em uma substância química chamada carotenóides, que dá a sua cor. Ela contribui significativamente para a alimentação das pessoas, ajudando a evitar que estas tenham queimaduras solares. Mas, em excesso, podem acabar mudando a sua cor natural. E foi exatamente isso que aconteceu. As pessoas começaram a consumir muita cenoura e a sua pele, consequentemente, ficou alaranjada. Essa condição se chama carotenemia, ou carotenose, e pode ser resolvida deixando de consumir o causador do problema. Depois de algum tempo a substância será eliminada do seu corpo naturalmente.

3 - Os irmãos verdes de Woolpit

Dois irmãos, um menino e uma menina, acabaram ficando famosos na Inglaterradurante o século 12. E, para falar a verdade, o motivo para isso era bem compreensível, eles eram verdes. Aparentemente, enquanto algumas pessoas da aldeia de Woolpit faziam a sua colheita, eles acabaram encontrando as crianças e as levaram com eles. O que mais chamou a atenção dos aldeões não era o fato de que estavam sozinhos, porque crianças abandonadas na época não eram incomuns, mas sim a sua pele esverdeada peculiar.
As duas crianças não sabiam falar o seu idioma e, quando lhes ofereceram comida, acabaram rejeitando tudo que lhes era apresentado. Mas, depois de várias tentativas, a unica coisa que aceitaram comer foram grãos quando estes foram dados para elas. Duas teorias para a sua cor acabaram surgindo depois disso. Alguns acreditam que ela se devia pela sua predileção a feijões verdes, outros que era por conta da dieta pobre que tinham antes de serem acolhidos.
Infelizmente o menino acabou morrendo, mas a menina sobreviveu. Ela aprendeu a falar inglês e acabou contando uma história na qual afirmava vir de um lugar chamado 'Terra de São Martinho' e que todos lá eram verdes e não havia sol. Mas, independente de qual fosse a verdade sobre eles, os dois se tornaram extremamente populares e a história continua sendo fascinante.

4 - Fugates Azuis

A ideia de que existiram, e até podem existir, pessoas com a pele azul é um pouco perturbadora. Para falar a verdade, isso até parece uma história de ficção envolvendo seres de outros planetas. Mas, acredite ou não, a justificativa para isso é bem mais mundana do que você poderia imaginar. E, no passado, uma família dos Montanhas Apalaches, que tinha muitos membros com essa condição, acabou ficando conhecida. Eles eram os 'Fugates', e isso já explica o porque de serem chamado de Fugates Azuis.
Pelo que tudo indica, um homem chamado Martin Fugate havia imigrado da França e acabou se casando com uma mulher local durante o século XIX. Martin, que tinha a estranha condição, acabou passando a mesma para 4 de seus 7 filhos. Acontece que ela se deve a um gene recessivo conhecido como metemoglobinemia. Ele consiste em um problema no sangue que faz com que esse não transporte tanto oxigênio quanto deveria e seja mais escuro do que o normal. Consequentemente, esse fator faz com que a pessoa adquira uma tonalidade de pele azulada.
Como o período foi marcado com um grande número de endogamia, muitas pessoas acabaram nascendo com a condição nas proximidades do local. Muitos deles acabaram assustando os médicos, que não sabiam sobre o problema, até mesmo durante o século XX. Mas, com o tempo, a chegada de imigrantes fez com que o gene, que é recessivo, não se manifestasse tanto quanto antes.

5 - Cantaxantina

Dessa vez, por incrível que pareça, a coloração alaranjada adquirida por pessoas como a da foto foi feita propositalmente. Acontece que muitos associam a tonalidade bronzeada como um indicador de saúde e beleza, fazendo com que pessoas muito pálidas busquem maneiras de mudar a sua cor parcialmente. O problema é que muitos acabam exagerando e o resultado pode não ser como esperado.
Mas, ainda assim, existem várias formas de se bronzear. Você pode fazer isso de forma natural, pegando sol, ou usando alguma técnica artificial. Dentre elas, você pode optar pelas câmaras de bronzeamento, as loções e até mesmo pílulas para bronzear - que são permitidas nos Estados Unidos. E foi exatamente uma delas que deu esse resultado. Isso porque, muitas delas usam um composto chamada cantaxantina em sua base. Acontece que ele está relacionado ao carotenoides presente nas cenouras, que mencionamos anteriormente, e dá uma cor alaranjada para a pele.
O composto também é usado para outros fins, como na industria de alimentos para dar uma cor mais acentuada para os ovos, o salmão e até mesmo o frango. Além disso, chegam a servir como medicamento para fazer com que a pele seja menos sensível à luz do sol.

6 - Envenenamento por ouro

O ouro pode ter mais funções do que você imagina mas, em excesso, também acaba sendo bem prejudicial para as pessoas. Acontece que muitos, no passado, acabavam sendo envenenados por excesso de ouro e isso ficava evidente em seu corpo. Em alguns casos, ele era ingerido por meio de medicamentos que buscavam diminuir a dor causada pela Artrite reumatoide. Mas, quando a exposição era muito grande, a pessoa acabava adquirindo uma condição chamada 'chrysiasis'. Ela causava descoloração nos olhos da pessoa, fazendo com que eles ganhassem uma cor roxa, e a pele podia ficar acinzentada permanentemente.

7 - O efeito da prata

Se aquele foi o efeito causado pelo ouro no corpo humano imagina o que a prata pode fazer. Quando a pessoa acaba tendo um excesso de prata no corpo, que se acumula na sua pele e em seus olhos, a condição é chamada de argiria. Ela faz com que a pessoa adquira uma cor azul viva e bem chamativa. Um medicamento alternativo chamado 'Prata coloidal', que promete curar diversos problemas diferentes, acaba fazendo com que pessoas desenvolvam o problema.
O caso acabou se popularizando depois que um homem chamado Paul Karasonresolveu aderir ao medicamento, tomando um copo dele por dia, ficou com a pele permanentemente azul. Apesar de ter esse efeito colateral nada agradável, o produto ainda pode ser encontrado em lojas naturais e em sites pela internet.
É incrível ver o quanto o universo pode ser misterioso. A maioria das pessoas nunca nem imaginaria que algo assim seria possível mas, acredite, elas são. 
www.fatosdesconhecidos.com.br

Sem comentários:

Enviar um comentário