AVISO

OS COMENTÁRIOS, E AS PUBLICAÇÕES DE OUTROS
NÃO REFLETEM NECESSARIAMENTE A OPINIÃO DO ADMINISTRADOR DO "desenvolturasedesacatos"

Este blogue está aberto à participação de todos.


Não haverá censura aos textos mas carecerá, obviamente, da minha aprovação que depende da actualidade do artigo, do tema abordado, da minha disponibilidade, e desde que não contrarie a matriz do blogue.

Os comentários são inseridos automaticamente, com a excepção dos que o sistema considere como SPAM, sem moderação e sem censura.

Serão excluídos os comentários que façam a apologia do racismo, xenofobia, homofobia ou do fascismo/nazismo.


quinta-feira, 17 de maio de 2018

Os enormes túneis subterrâneos de 12 mil anos de idade que se estendem pela Europa

Os arqueólogos descobriram, na moderna Alemanha, milhares de túneis subterrâneos que datam da Idade da Pedra. Esses dutos se estendem por toda a Europa, da Escócia à Turquia, deixando os pesquisadores intrigados sobre sua função original. Qual o propósito desses túneis enigmáticos? Eram usados como túmulos? Eram câmaras gigantes usadas em rituais religiosos? Eram esconderijos destinados a oferecer proteção contra depredadores ou simplesmente os protegeriam de uma catástrofe global?
Em todo o continente europeu, os arqueólogos começaram a explorar os diversos túneis. Muitos especialistas, entre eles o alemão Dr. Heinrich Kush, acreditam que essas passagens megalíticas foram usadas como estradas modernas, permitindo a transição de pessoas e se conectando a lugares distantes de toda a Europa. No livro "Segredos da porta subterrânea para um mundo antigo" (em alemão, Tore zur Unterwelt), o Dr. Kush afirma que as evidências dos túneis subterrâneos foram encontradas debaixo de dezenas de assentamentos neolíticos espalhados por toda a Europa.
Estas enormes galerias são chamadas muitas vezes de antigas estradas. Curiosamente, muitos destes grandes túneis ainda existem em toda a Europa e os pesquisadores estão começando a localizá-los e descobri-los para aprender mais sobre eles. O Dr. Kush afirma que "pela Europa, havia milhares desses túneis, desde o norte da Escócia até o Mediterrâneo. Se intercalam entre cantos e em alguns pontos os espaços são maiores, há assentos, câmaras de armazenamento e quartos. Nem todos se conectam, mas, juntos, é uma enorme e incrível rede subterrânea”.

Sem comentários:

Enviar um comentário