AVISO


OS COMENTÁRIOS, E AS PUBLICAÇÕES DE OUTROS
NÃO REFLETEM NECESSARIAMENTE A OPINIÃO DO ADMINISTRADOR DO "desenvolturasedesacatos"

Este blogue está aberto à participação de todos.


Não haverá censura aos textos mas carecerá
obviamente, da minha aprovação que depende
da actualidade do artigo, do tema abordado, da minha disponibilidade, e desde que não
contrarie a matriz do blogue.

Os comentários são inseridos automaticamente
com a excepção dos que o sistema considere como
SPAM, sem moderação e sem censura.

Serão excluídos os comentários que façam
a apologia do racismo, xenofobia, homofobia
ou do fascismo/nazismo.


terça-feira, 24 de abril de 2018

Vergonhosa resposta do Provedor do Telespectador da RTP

Como muitos outros enviei para o Provedor do Telespectador da RTP, uma nota de desagrado sobre as palavras de Eduardo Rodrigues dos Santos na abertura do Noticiário das 20h da RTP de 18 de Abril.
EIS A RESPOSTA QUE RECEBI:
Exmo Senhor Paulo Oliveira,
Agradeço a sua mensagem. De facto há uma contradição nos termos usados pro José Rodrigues dos Santos. Mas é apenas uma contradição aparente. Questionado, o jornalista fundamentou longamente a frase. Entre outras razões escreveu:
"A expressão usada, "ditador", é de caráter estritamente objetivo e informativo, não servindo para valorar positiva ou negativamente ninguém. Um ditador é objetivamente o líder de uma ditadura. Ou seja, é alguém que não é eleito por consulta popular universal nem responde perante ninguém que tenha sido eleito por consulta popular universal. A sua legitimidade deriva da autoridade que lhe é entregue por um conjunto restrito de pessoas, também nenhuma delas eleita por consulta eleitoral universal."
Os factos são indesmentíveis. E de igual modo se aplicam a múltiplos governantes pelo mundo inteiro.
m/ cumprimentos,
Jorge Wemans
Provedor do telespetador
PERANTE ESTA POSIÇÃO DO SR. PROVEDOR, SEGUIU A MINHA RESPOSTA:
Exmo Senhor Provedor do telespectador da RTP
Muito obrigao pela sua célere resposta. No entanto não concordo com a mesma e continuo a sentir-me ultrajado, agora duplamente, tanto pelos termos utilizados pelo sr. José Rodrigues dos Santos bem como pela sua resposta.
A expressão ditador foi utilizada quando se procedia às eleições para o futuro Presidente de Cuba. Não é objectiva e informativa mas sim provocadora! Aqui não há contradições concretas nem aparentes. Há sim um facto e que é uma mentira, além do mais provocatória.
Cuba tem um sistema político próprio que o seu povo escolheu e há que ter respeito por ele. Cada país tem a sua constituição e o sistema político que escolheu. Pelo que me é dado observar nem o sr. José Rodrigues dos Santos o conhece.
Com a sua resposta sr. Provedor do Telespectador, deu para perceber que José Rodrigues dos Santos é o DITADOR das notícias do Telejornal, apoiado por quem o defende.
Este é um facto indesmentível. Como este isto aplica-se a muitos mídia pelo mundo inteiro.
Mais uma vez lastimo a posição que tomou e a resposta que me enviou.
Paulo Oliveira

Sem comentários:

Enviar um comentário