AVISO

O administrador deste blogue
não é responsável pelas opiniões
veiculadas por terceiros
nem a sua publicação quer dizer
que delas partilhe, apenas as
publica como reflexo da
sociedade em que se inserem
dando-lhes visibilidade
mas nunca fazendo delas opinião própria.
Ao desenvolturasedesacatos reserva-se ainda o direito
de eliminar qualquer comentário anónimo ou não identificado, que contenha ataques
deliberadamente pessoais, que em nada contribuampara o debate de ideias ou para a denúncia
de situações menos claras do ponto de vista ético.


sexta-feira, 21 de abril de 2017

VÍDEO - PAULO SÁ DEPUTADO DO PCP - Intervenção no debate do Programa de Estabilidade e do Plano Nacional de Reformas. Perguntas ao Ministro das Finanças

Intervenção no debate do Programa de Estabilidade e do Plano Nacional de Reformas. Perguntas ao Ministro das Finanças: Como se compatibiliza a aceitação pelo Governo de todos os constrangimentos impostos pela União Europeia com o prosseguimento da política de reposição de direitos e rendimentos? Com a política orçamental enfiada no espartilho das imposições da União Europeia, como é que se valoriza o trabalho e os trabalhadores? Como se melhoram os serviços públicos? Como se constroem hospitais e escolas? Como se aumentam os apoios sociais aos mais desfavorecidos? Como se reduzem os impostos que recaem sobre os rendimentos do trabalho e sobre o consumo das famílias? Como se recuperam os sectores produtivos e o investimento público?

VÍDEO

VACINAR, VACINAR


FREGUESIA DE SANTA BÁRBARA DE NEXE - GORJÕES



Faro homenageia mulheres autarcas no 25 de Abril



Uma sessão solene, no dia 25 de Abril, às 9h30, onde serão homenageadas as mulheres autarcas nos diversos órgãos de poder local de Faro, desde 1976, no edifício dos Paços do Concelho, é uma das iniciativas de comemoração do 43º aniversário da Revolução dos Cravos, em Faro.
Esta iniciativa, «de grande significado de valorização de participação da mulher na política local e de proximidade, partiu da Assembleia Municipal de Faro e reuniu o consenso de todos os grupos políticos. A cerimónia oficial será abrilhantada pela fadista Melissa Simplício», diz a Câmara de Faro.
Também no dia 25 haverá, às 9h00, o hastear das bandeiras. Já a 24 realiza-se o concerto “Afonso Dias com Andanças & Cantorias”, às 22h00, no Jardim Manuel Bivar.
As comemorações também passarão pelo  Museu Regional do Algarve (edifício da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Algarve), com a inauguração da exposição dos trabalhos resultantes do concurso de cartazes alusivos ao 25 de Abril “Um Olhar sobre a Liberdade”, dirigido aos alunos do Ensino Básico do concelho, às 11h30, de dia 25.
Já às 11h45, no mesmo Museu, seguir-se-á a performance teatral “Aldeia Vende-se”, por alunos do 3º ano do curso de Artes do Espetáculo do Agrupamento de Escolas Tomás Cabreira, numa encenação de António Gambóias.


www.sulinformacao.pt

CDU quer reforçar maioria na Câmara de Silves e «aumentar» presença dos seus eleitos no Algarve


A CDU quer reforçar a maioria que detém na Câmara de Silves, o único município que esta força governa no Algarve, mas também «aumentar» a presença dos seus eleitos em órgãos autárquicos de toda a região. Estes são os objetivos principais dos comunistas algarvios para as Eleições Autárquicas de 1 de Outubro próximo.


Em entrevista ao Sul Informaçãono fim da apresentação da recandidatura de Rosa Palma, em Silves, o responsável pela Doral do PCP confirmou que os comunistas vão «concorrer em todas as Câmaras e em todas as Juntas de Freguesia do Algarve».
Neste momento, além da presidência da Câmara de Silves, através da independente Rosa Palma, a CDU tem ainda vereadores eleitos nas Câmaras de Portimão, Lagos, Faro, Olhão e Vila Real de Santo António, bem como a presidência de três Juntas de Freguesia, «num conjunto de quase 150 eleitos autárquicos» em toda a região.
Vasco Cardoso está especialmente confiante na reeleição de Rosa Palma, em Silves, e até no «reforço da maioria CDU» neste município.
«Por todo o trabalho realizado, não poderíamos aspirar a outro resultado senão o de manter a Câmara de Silves e até reforçar a maioria», disse o dirigente comunista, nas suas declarações ao Sul Informação.
Em Silves, defendeu Vasco Cardoso, «interrompeu-se uma gestão que estava a levar esta autarquia para onde foram parar outras, como a de Portimão, Vila Real de Santo António ou Faro, por gestões quer do PS, quer do PSD». Essas três Câmaras, salientou, «são exemplos paradigmáticos da irresponsabilidade da gestão financeira».



Tendo em conta aquilo que o dirigente comunista considera ser «o bom trabalho feito pelos autarcas da CDU» em todos os órgãos onde estão presentes, em especial no município silvense, Vasco Cardoso não tem dúvidas em afirmar: «olhamos para o resto do Algarve também com grande confiança e encaramos a possibilidade de aumentar a nossa presença nos órgãos autárquicos».
Em 2013, a conquista da Câmara de Silves foi a “cereja no topo do bolo” de umas eleições em que o PCP «cresceu 70 por cento» em autarcas eleitos no Algarve, como recordou, em Janeiro passado, o próprio secretário-geral dos comunistas, em visita ao Algarve.
Há quatro anos, outra das vitórias foi também a eleição de António Mendonça como vereador da Câmara de Faro, concelho onde os comunistas têm um fiel bastião, a freguesia de Santa Bárbara, na qual a CDU mantém o poder há mais de duas décadas.
«Na altura, poucos acreditariam que a CDU pudesse crescer como cresceu aqui no Algarve. Estamos convictos que, tal como há quatro anos, nada está decidido, Será pela nossa ação e determinação que iremos construir o resultado eleitoral aqui na região», disse Jerónimo de Sousa, na sua deslocação à região algarvia.
Depois de já ter anunciado oficialmente os candidatos às Câmaras de Faro (António Mendonça), Portimão (Isidro Vieira), Silves (Rosa Palma), Vila Real de Santo António (Álvaro Leal), Vila do Bispo (Paula Vilallonga), Olhão (Sebastião Coelho) e Albufeira (Manuela Jorge), a CDU vai apresentar, no dia 25 de Abril, os candidatos de Lagos e de São Brás de Alportel. E hoje terá lugar a apresentação oficial de Álvaro Leal, em VRSA. Nas próximas semanas, serão apresentados os restantes.
«Somos grande força autárquica na região e com possibilidades de progredir. Aliás, se houve coisa que ficou demonstrada nas Eleições Autárquicas de há quatro anos, é que a CDU voltou à ribalta, do ponto de vista da reconquista de Câmaras Municipais», concluiu o dirigente comunista Vasco Cardoso, na sua entrevista ao Sul Informação.



www.sulinformacao.pt

A NATUREZA NAS SUAS SURPRESAS DA SOBREVIVÊNCIA



Águia Americana tentando derrubar um carneiro do penhasco:
Video Player


Crocodilo degustando uma tartaruga:

Video Player


Passando o rodo na garça:

Video Player


Pica pau canibal:

Video Player


Galinha sinistra:

Video Player


Rato comendo pombo:

Video Player


Usando carne, pra pegar mais carne:

Video Player


Pelicanos são aves meigas e inofensivas:

Video Player


Alimentando tartaruga com rato:

27172227244781

www.naoleveportras.com

COMO ERAM OS LÍDERES MUNDIAIS EM JOVENS


Barack Obama nos seus tempos de estudante
EDIT_barack-obama_estudante


A primeira ministro alemã Angela Merkel em 1973
EDIT_angela-merkle_1973
O jovem Vladimir Putin em 1966
EDIT_vladimir-putin-1966
Sadam Hussein
EDIT_sadam-hussein
Richard Nixon jogando futebol americano em 1930
EDIT_Richard Nixon wearing his football jersey during the 1930s
O Papa Francisco em sua infância
EDIT_pope-francis
A Rainha Elizabeth, no tempo em que serviu na Segunda Guerra, em 1945, aos 18 anos
EDIT_princess-elizabeth-englad_18anos_1945
Nelson Mandela em 1961
EDIT_nelson-mandela-1961
O estudante de direito Mahatma Gandhi, em 1887
EDIT_Mahatma Gandhi as a law student in 1887
A jovem Margareth Tatcher
EDIT_margaret-thatcher
Joseph Stalin em 1902

EDIT_Joseph Stalin in 1902
Kim Jong Il com sua mãe e seu pai, Kim Il Sung, em 1945
EDIT_Kim Jong-il with his father Kim Il-sung and mother Kim Jong-suk in 1945
John F. Kennedy aos 10 anos, em 1927
EDIT_John F. Kennedy at age 10 in 1927
Hillary Clinton em 1969

EDIT_Hilary Clinton around 1969
George W. Bush na universidade
EDIT_george-w-bush_universidade
Fidel Castro em 1955
EDIT_fidel-castro_1955
O jovem Dalai Lama

EDIT_dali-lama
Donald Trump na academia militar

EDIT_donald-trump_na academia militar

CONDECORAÇÃO

MARCELO NA CORRERIA DESENFREADA DAS CONDECORAÇÕES, HOJE CONDECOROU A FUGA AO FISCO !
QUEM SABE LHE TRAGAM QUALQUER DIA UMA MERDA DA HOLANDA (SEDE FISCAL DO CONDECORADO) PARA ELE ARREGANHAR AINDA MAIS A TAXA  NA COMUNICAÇÃO SOCIAL.


AG

PS e BE aprovam voto de condenação do CDS-PP visando as autoridades da Venezuela


Violência em crescendo sob a batuta da direita venezuelana

Enquanto na Venezuela se repetem ataques da oposição a lojas, ao metro de Caracas e a uma maternidade, o Parlamento português aprovou um voto que ignora a realidade.
https://www.abrilabril.pt/sites/default/files/styles/jumbo1200x630/public/assets/img/imgonline-com-ua-resize-rh077xn1r8b0izko.jpg?itok=VdnbiPfr
Manifestante prepara-se para lançar um cocktail Molotov contra a polícia durante o protesto promovido pela direita venezuela, em Caracas. 19 de Abril de 2017
Manifestante prepara-se para lançar um cocktail Molotov contra a polícia durante o protesto promovido pela direita venezuela, em Caracas. 19 de Abril de 2017Créditos
A iniciativa, apresentada pelo CDS-PP e votada pelo PSD, pelo PS, pelo BE e pelo PAN, acusa as autoridades venezuelanas de «repressão brutal» sobre a oposição ao mesmo tempo que lhes pede para «contar a violência».
Na sequência dos protestos oposicionistas de quarta-feira, três venezuelanos perderam a vida: dois jovens que passavam perto de manifestações organizadas pela direita e um guarda nacional em serviço noutra, todos baleados. No caso da mulher de 24 anos assassinada no estado de Táchira, foi capturado um suspeito que é membro de um partido, o Vente Venezuela, que integra a chamada Mesa de Unidade Democrática.
A ministra dos Negócios Estrangeiros venezuelana, Delcy Rodríguez denunciou, ontem, um ataque a um hospital materno-infantil, na região de Caracas, através da sua conta de Twitter. A directora do hospital, ouvida pela Telesur, relata que «grupos violentos lançaram uma chuva de pedras e outros objectos. Depois, queimaram uma grande quantidade de lixo e o fumo entrou nas instalações». As 54 crianças internadas na unidade de saúde, assim como os profissionais que lá trabalhavam, foram evacuados.




No metro de Caracas, os vidros de uma composição foram partidos por «grupos de pessoas violentas», de acordo com o presidente da empresa, Gerardo Quintero, em declarações telefónicas à televisão pública venezuelana. No estado Portuguesa, há danos calculados em 260 milhões de bolívares (25 milhões de euros), após as manifestações de quarta-feira.

Apesar dos repetidos apelos ao diálogo feitos nos últimos dias pelo presidente Nicolás Maduro, os protestos violentos promovidos pela direita venezuelana repetem-se. Henrique Capriles, um dos principais dirigentes e último candidato presidencial da Mesa de Unidade Democrática, tem pedido aos seus apoiantes para se manterem nas ruas através de uma retórica inflamada contra as forças de segurança.

Um apelo a ataques sobre as forças de segurança por parte dos manifestantes oposicionistas tem circulado em espaços ligados à direita venezuelana, como na conta do Facebook ou do Instagram de Capriles e de Lilian Tintori (esposa de Leopoldo López, o responsável pelos protestos violentos de 2014).

No texto, intitulado «conselhos de um ex-militar», é dito que «só faz falta que o povo os ataque [aos soldados, guardas nacionais e polícias] e logo se verá o que acontece». O texto termina com um apelo directo, com indicações sobre como proceder para concretizar ataques sobre elementos das forças de segurança.


www.abrilabril.pt