NOTA


Os textos assinados por outrem ou retirados de outros blogs ou sítios não reflectem necessáriamente a opinião ou posição do editor do "desenvolturasedesacatos"

domingo, 13 de agosto de 2017

NAÇÃO FASCISTA


Hordas de fascistas estadunidenses brancos atacaram uma estátua de Thomas Jefferson, um dos pais da nação americana. A poucos quilómetros de Washington (Charlottesville), perante a passividade policial, poucas dezenas de defensores da estátua e do que ela representa na construção jurídica do país, foram impotentes perante a avalancha da KKK e seus apaniguados selvagens.
Ulos guturais que reivindicavam a sua existência nazi perante as câmaras televisivas, tiveram plena liberdade de dar mais um passo (e outro e outro…) em prol da barbárie em setencil da programação dos anos 30 de ascenso hitleriano. Tudo em prol da consolidação da mui “democrática” sociedade demencial norte-americana.
Uma das palavras de ordem repetida à náusea, é que Martin Luther King teria sido o grande desagredador da harmoniosa sociedade de então, dividida entre brancos e pretos e a sã consciência que todos tinham de qual era o seu lugar hierárquico na sociedade esclavagista.
Nem uma só palavrinha as “presstitutes” nacionais Judite de Sousa, Alberta M. Fernandes ou Ana Lourenço ousaram dar sobre o tema desta informação quentinha. Da mesma forma, o pilante da Cia Rodrigues dos Santos ou o jornalista mais estúpido de Portugal, José Alberto Carvalho guincharam sobre semelhante assunto.
Não se passa nada…


Sem comentários:

Enviar um comentário