NOTA

OS TEXTOS ASSINADOS POR OUTRÉM OU RETIRADOS
DE OUTROS BLOGUES OU SÍTIOS NÃO REFLECTEM NECESSÁRIAMENTE
A OPINIÃO OU POSIÇÃO DO EDITOR DO "desenvolturasedesacatos"

sábado, 22 de julho de 2017

UMA ORQUESTRA FEMININA EGIPCÍA COMPOSTA EXCLUSIVAMENTE POR INVISUAIS

Aprender a tocar instrumentos como violino, violoncelo ou flauta é um processo difícil, mas você pode imaginar como dominar qualquer um deles sem nunca poder vê-los? Isso é o que 48 mulheres cegas do Cairo, componentes da orquestra Al Nour Wal Amal tiveram que fazer para se tornar um conjunto. E, uma vez que finalmente dominaram o instrumento escolhido, elas precisaram memorizar até 45 peças, para poder apresentar um concerto em sincronia com os outros membros durante uma performance. Pode parecer impossível, mas essas mulheres incríveis são uma prova viva de que isso pode ser feito.


Al Nour Wal Amal: Uma orquestra feminina egípcia composta de mulheres cegas
Fundada em 1954, a Associação Al Nour Wal Amal tornou-se a primeira associação não-governamental no Oriente Médio a auxiliar deficientes visuais de meninas e mulheres. Até hoje, oferece cuidados, educação, formação profissional, oportunidades de emprego e obras para facilitar sua integração na sociedade. Uma das conquistas mais incríveis foi criar uma orquestra de música clássica composta exclusivamente por mulheres completamente cegas ou com deficiência visual, na década de 1960. O conjunto começou com 15 membros, mas ao longo dos anos, tornou-se um grupo de 48 pessoas, que desde então tocou em shows nos cinco continentes.
Al Nour Wal Amal: Uma orquestra feminina egípcia composta de mulheres cegas
As meninas que aspiram a se tornar membros da orquestra Al Nour wal Amal devem primeiro aprender a tocar um instrumento de uma das quatro seções principais: cordas, sopro, metal e percussão. Para este fim, elas praticam mais de cinco horas por dia, sob a orientação de professores da academia de música, do conservatório e da Orquestra Sinfônica do Cairo, às vezes por vários anos. Uma vez que eles dominam, as mulheres seguem o treinamento de memória.

As músicas começam por ler suas partituras em Braille, memorizam e ensaiam individualmente até decorá-las por completo. Mas a parte mais difícil é se apresentar em grupo. Como elas não têm partituras na frente delas e não conseguem ver o maestro durante os concertos, os membros da orquestra Al Nour wal Amal devem confiar nas batidas e no guia vocal do maestro para desempenhar sua parte no tempo certo. Mais uma vez, parece quase impossível, mas a violinista Shaimaa Zakaria diz que se tornou uma segunda natureza para ela e seus colegas.

VÍDEO


As músicas cegas aparentemente são tão boas no que fazem com que as pessoas às vezes nem sequer podem dizer que são cegas. Amal Fekry, vice-presidente da organização Al Nour wal Amal lembra uma pessoa que estava contando a todos o quanto ele gostou do concerto, depois de sua apresentação, e perguntando por que as meninas tinham tocado sem partituras. Foi quando ele soube que elas eram de fato cegas.

VÍDEO


Al Nour wal Amal é a única orquestra de música clássica cega do mundo, mas, apesar de ter grande sucesso e atuar em todo o mundo, a associação está lutando para manter o conjunto. O apoio do governo egípcio tem sido escasso após os eventos de janeiro de 2011, motivo pelo qual foram obrigados a confiar fortemente em doações.

VÍDEO


Não consegui encontrar um site oficial ou uma página de redes sociais para a orquestra Al Nour wal Amal ou a associação, por isso não posso fornecer informações úteis sobre como você pode apoiá-las. Se alguém puder fornecer alguma informação sobre isso, eu realmente gostaria de publicá-lo aqui, porque essas mulheres incrivelmente talentosas merecem toda a ajuda que alguém possa fornecer.


www.mdig.com.br

Sem comentários:

Enviar um comentário