AVISO

OS COMENTÁRIOS, E AS PUBLICAÇÕES DE OUTROS
NÃO REFLETEM NECESSARIAMENTE A OPINIÃO DO ADMINISTRADOR DO "desenvolturasedesacatos"

Este blogue está aberto à participação de todos.


Não haverá censura aos textos mas carecerá, obviamente, da minha aprovação que depende da actualidade do artigo, do tema abordado, da minha disponibilidade, e desde que não contrarie a matriz do blogue.

Os comentários são inseridos automaticamente, com a excepção dos que o sistema considere como SPAM, sem moderação e sem censura.

Serão excluídos os comentários que façam a apologia do racismo, xenofobia, homofobia ou do fascismo/nazismo.


terça-feira, 4 de julho de 2017

TROPA FANDANGA ? PAGO PARA VER


A manobra da manif das "espadas" convocada sem rosto, como se ainda vivêssemos em ditadura, visa antes de mais desgastar o governo de ACosta.
E é bem feito.
Costa devia ter nomeado para MD uma personalidade mais sólida, mais responsável e mais conhecedora dos problemas militares.
Assim como não deveria preencher mais uma vaga para um dos boys do PS ocupando o cargo de Secretário de Estado da Defesa por outra nulidade em assuntos militares.
Eu sei que o governo anterior chegou a nomear e depois desnomear uma jovem senhora para Secretária de Estado cuja única qualificação para o efeito era, disseram na altura, ser filha de um militar.
E que dizer de Paulo Portas que enquanto MD surripiou à saída centenas de documentos sabe-se lá para quê.
Por outras palavras, os partidos do centrão sempre fizeram das F.A's uma espécie de prateleira onde colocam pessoas para preencherem as quotas partidárias, indiferentes aos reais interesses e necessidades daquela Instituição.
Desde há décadas que nenhum militar abraçou a pasta da Defesa.
A situação que agora se gerou tem também a ver com a incrível atitude do Chefe do Exército, que ao resolver inventar para alguns comandantes de Tancos a figura de exoneração temporária, de todo avessa à tradição e dignidade militar, baralhou ainda mais os dados.
Quanto ao resto pago para ver a entrega das espadas.

Sem comentários:

Enviar um comentário