AVISO

O administrador deste blogue
não é responsável pelas opiniões
veiculadas por terceiros
nem a sua publicação quer dizer
que delas partilhe, apenas as
publica como reflexo da
sociedade em que se inserem
dando-lhes visibilidade
mas nunca fazendo delas opinião própria.
Ao desenvolturasedesacatos reserva-se ainda o direito
de eliminar qualquer comentário anónimo ou não identificado, que contenha ataques
deliberadamente pessoais, que em nada contribuampara o debate de ideias ou para a denúncia
de situações menos claras do ponto de vista ético.


domingo, 9 de julho de 2017

Os semeadores de bruxedos




Quer os fogos florestais quer o roubo de armas de guerra têm um ponto em comum: o desinvestimento em nome das supostas gorduras do estado.
A direita não escapa a esse objectivo que prosseguiu nos governos Cavaco Silva e Passos Coelho e que o governo PS de José Sócrates também realizou.
Esse objectivo foi também imposto pela adesão ao Euro e ao Pacto Orçamental e outros pactos, e aos condicionamentos externos daí decorrentes. Por esses governos aceites e que os levaram a atribuir a medidas de tais pactos o carácter de elixires de curandeiros que a vida revelou serem mistelas semeadoras de bruxedos e malfeitorias.
Esperem, por isso, que os comunistas insistam no fim de tais condicionamentos, como forma de dar coerência à continuidade dos aspectos positivos que já resultaram da recuperação de rendimentos e direitos dos trabalhadores e populações.



Este artigo encontra-se em: antreus http://bit.ly/2t03NzI
abrildenovomagazine.wordpress.com

Sem comentários:

Enviar um comentário