AVISO

O administrador deste blogue
não é responsável pelas opiniões
veiculadas por terceiros
nem a sua publicação quer dizer
que delas partilhe, apenas as
publica como reflexo da
sociedade em que se inserem
dando-lhes visibilidade
mas nunca fazendo delas opinião própria.
Ao desenvolturasedesacatos reserva-se ainda o direito
de eliminar qualquer comentário anónimo ou não identificado, que contenha ataques
deliberadamente pessoais, que em nada contribuampara o debate de ideias ou para a denúncia
de situações menos claras do ponto de vista ético.


sexta-feira, 7 de julho de 2017

Jerónimo de Sousa critica cativações orçamentais




O Partido Comunista Português (PCP) diz que o Governo está a entrar numa fase que não agrada aos comunistas. Jerónimo de Sousa esteve na última noite num comício em Faro em que criticou as cativações orçamentais, como registou o jornalista Mário Antunes.

Nesse sentido, Jerónimo de Sousa prometeu que, na elaboração do próximo Orçamento do Estado, tudo irá fazer para inverter essas políticas.

"Não podemos deixar de manifestar a nossa preocupação em relação a opções políticas do Governo PS", sublinhou, referindo-se, nomeadamente, às cativações orçamentais "que agravam a afetação de financiamento" em áreas como a saúde, a educação ou a cultura.

Jerónimo de Sousa critica cativações orçamentais Antena 1 07 Jul, 2017, 06:54 | País 01:30 01:30 O Partido Comunista Português (PCP) diz que o Governo está a entrar numa fase que não agrada aos comunistas. Jerónimo de Sousa esteve na última noite num comício em Faro em que criticou as cativações orçamentais, como registou o jornalista Mário Antunes. Nesse sentido, Jerónimo de Sousa prometeu que, na elaboração do próximo Orçamento do Estado, tudo irá fazer para inverter essas políticas. "Não podemos deixar de manifestar a nossa preocupação em relação a opções políticas do Governo PS", sublinhou, referindo-se, nomeadamente, às cativações orçamentais "que agravam a afetação de financiamento" em áreas como a saúde, a educação ou a cultura.





www.rtp.pt

Sem comentários:

Enviar um comentário