NOTA


Os textos assinados por outrem ou retirados de outros blogs ou sítios não reflectem necessáriamente a opinião ou posição do editor do "desenvolturasedesacatos"

sábado, 29 de julho de 2017

Insolvências no Algarve aumentaram 47% no primeiro semestre do ano







O distrito de Faro foi o único do país que viu o número de insolvências de empresas aumentar no primeiro semestre de 2017 (45%), quando comparado com o mesmo período do ano anterior, de acordo com dados divulgados pelo estudo COSEC Dinâmica Empresarial.
De acordo com estes dados, 75 empresas no Algarve entraram em insolvência nos primeiros seis meses de 2017 quando no mesmo período de 2016, foram 51. Estes números representam um aumento de 45%.
Os resultados do Algarve contrariam a tendência nacional, tendo em conta que o número de insolvências no país baixou 22%.
De acordo com o estudo, a maioria dos casos de insolvência foram microempresas do setor dos serviços e «as insolvências registadas representam a perda de mais de 9500 postos de trabalho e cerca de 210 milhões de euros de créditos a fornecedores que ficaram por regularizar.

www.sulinformacao.pt

Sem comentários:

Enviar um comentário