AVISO

O administrador deste blogue
não é responsável pelas opiniões
veiculadas por terceiros
nem a sua publicação quer dizer
que delas partilhe, apenas as
publica como reflexo da
sociedade em que se inserem
dando-lhes visibilidade
mas nunca fazendo delas opinião própria.
Ao desenvolturasedesacatos reserva-se ainda o direito
de eliminar qualquer comentário anónimo ou não identificado, que contenha ataques
deliberadamente pessoais, que em nada contribuampara o debate de ideias ou para a denúncia
de situações menos claras do ponto de vista ético.


domingo, 16 de julho de 2017

ELOGIO AOS HIPÓCRITAS


As serpentes...
Elogio aos hipócritas. Porque eles andam. De espinha serpenteante alguns, sem espinha outros, na medida em que trocam princípios por "ocasiões"...

Elogio aos Hipócritas

Desloca-se sorrateiro,
Pisa de mansinho,
Ares de bondoso,
Fúngico e daninho!
Impostor até mais não,
Refalsado pregador,
Tartufo canastrão,
Velhaco de estimação!
De triste sorte,
E de fíngida devoção,
Representa o forte,
Feito um por submissão!
Pisam-lhe as botas,
Puxam-lhe os arnéis,
Usa palas nos olhos,
Ferraduras nos pés!
Pobre labrego,
Flâmulo de cardeal,
Leva a água ao rego,
Como diligente serviçal!
Não ten vontade própria,
Pensa por si o mentor,
Escusa usar a cabeça,
Para bajular o seu Senhor!
Imita em manhosa altivez,
O manholas cardeal-ardilão
É agora a sua vez,
De ser caceteiro-aldrabão!
Dura a vida do salafrário,
Mesmo fingindo bondade,
Artificioso e solitário,
Sempre a contas com a verdade!

Sem comentários:

Enviar um comentário