NOTA


Os textos assinados por outrem ou retirados de outros blogs ou sítios não reflectem necessáriamente a opinião ou posição do editor do "desenvolturasedesacatos"

sexta-feira, 28 de julho de 2017

28 de Julho de 1750: Morre o compositor alemão Johann Sebastian Bach

A vida e carreira de J. S. Bach foi confinada a um espaço geográfico bastante limitado. Nascido e criado em Thuringia, Eisenach, o músico nunca se afastou muito da sua terra natal. 

A família de Bach era uma de várias famílias tradicionais de músicos, vivendo como instrumentistas e cantores da cidade. Bach acabaria por perder os seus pais, ficando órfão aos 9 anos de idade. O jovem Bach foi então viver com o seu irmão Johann Chrtistoph Bach. Este acabou por ser o seu primeiro professor de piano, apesar de o jovem já ser talentoso nessa altura. Quando o irmão deixou de o poder sustentar, Bach e o seu amigo de escola, Georg Erdmann, partiram para Lüneburg. Isto aconteceu em 1700. Nessa localidade existia a Escola Latina, que aceitava crianças carenciadas, com o compromisso de retribuírem os estudos cantando no coro da Igreja de S. Miguel (Michaeliskirche). Esta escola estava ligada a uma tradição musical relevante, proporcionando ao jovem músico uma formação musical de qualidade. Após um breve período na escola, Bach era já considerado um virtuoso do órgão. Em 1703, Bach é contratado como violinista para a capela privada do duque de Weimar, Johann Ernst. Não tardou que Bach conseguisse o seu primeiro emprego sério, sendo designado, ainda nesse ano, organista da nova igreja de Arnstadt. Em outubro de 1705, tirou uma licença de quatro semanas para estudar a música de Buxtehude em Lübeck, reconhecido compositor de trabalhos para órgão e peças vocais. Estas terão sido a principal influência dos primeiros trabalhos vocais de Bach, Actus Tragicus BWV 106. Só regressou a Arnstadt em janeiro de 1706. Durante este período em Arnstadt terá composto também o Capriccio Sopra La Lontananza Del Suo Fratello Diletissimo BWV 992, o prelúdio coral Wie Shön leuchtet der Morgenstern BWV 739.

Em 1707, muda-se para Mülhausen e torna-se o organista local. Casou com Maria Bárbara, sua prima em segundo grau. Nesta fase, desenvolveu o gosto pela composição de temas vocais de câmara. Durante este período compõe diversas cantatas, sendo publicada uma delas, a única que conheceu divulgação escrita durante a sua vida, a cantata Gott Ist Mein König BWV 71. Foi um facto notável para um compositor de 22 anos, numa época em que nem compositores como Telemann ou Handel tinham conseguido esse privilégio. Neste período compôs os famosos Toccata and Fugue em Ré Menor BWV 565, o Prelude and Fugue em Ré Maior BWV 532 e a Passacaglia em Dó Menor BWV 582. 

Retorna a Weimar em 1708. Foi nesta cidade que transcreveu para órgão uma coleção de música italiana, particularmente a coleção de concertos L'Estro Armonico, de Vivaldi, que acabaria por ter muita influência na forma das composições de Bach. Nesta fase nascem os seus quatro filhos, Catharina Dorothea (1708), Wilhelm Freidemann (1710), Carl Philipp Emanuel (1714), apenas estes dois tiveram formação musical, e Johann Gottfreid Bernhard. As principais obras de órgão de Bach nasceram neste período. Depois de ver dobrado o seu salário, Bach escrevia uma cantata por mês. Nesta fase, o seu nome começou a ser falado além dos limites de Weimar. 

Um desentendimento com um dos duques de Weimar acabou por levá-lo à prisão durante praticamente um mês, até ser destituído das funções que ocupava. Partiu para Köthen, de onde tinha recebido uma interessante proposta de trabalho. Tornou-se mestre da capela local em 1717. Além disso, Bach compôs peças para a orquestra pessoal do príncipe Leopold von Anhalt-Köthen, seu patrono musical. Bach viajava frequentemente com a banda e, num dos regressos, soube do falecimento da sua esposa. Casou em 1721 com Anna Magdalena Wilcken. O declínio musical de Köthen levou Bach a procurar outra colocação. Nesta fase, compôs os famosos Brandenburg Concertos BWV 1046-1051, as French Suites BWV 812-817 e as English Suites BWV 806-811. 

Bach e a família partem para Leipzig em 1723. O músico colaborou com a Escola de St. Thomas, uma instituição associada a uma tradição secular de formar os cantores para os coros das quatro igrejas locais. Neste período, seguindo a filosofia da escola, Bach compôs cantatas em grande quantidade. Apesar disso, a vida pessoal do músico não deixou de estar marcada pela tragédia: a sua segunda mulher esteve grávida 12 vezes mas oito das crianças morreram e dos quatro sobreviventes um tinha graves problemas mentais. O último filho nasceu em 1742, quando Bach tinha 57 anos. 

Depois de vários problemas legais, Bach assume a direção do Collegium Musicum de Leipzig. O músico lidera também a orquestra dos estudantes, com concertos semanais. Foi nesta época que Bach praticamente deixou de compor cantatas. Destacam-se St. Mark Passion (1731), o Christmas Oratorio (1734/35), o Easter Oratorio (1734) e o Ascension Oratorio (1735), como as suas últimas composições neste estilo, apesar de ter continuado com estes trabalhos até 1742. 

A última fase da sua vida é marcada por um estilo galante e diferente, bem patente nas Goldberg Variations (1742). Este estilo caracteriza-se por uma estrutura rígida, um ritmo harmónico mais lento do que o habitual no estilo barroco. Também é comum o recurso aos ritmos das danças populares e das canções tradicionais. Contudo, Bach não abandona o stile antico de compositores como Palestrina. Esta perspetiva influenciou a Missa em Si Menor BWV 232 e o Kunst der Fugue BWV 1080, um trabalho inacabado e publicado em 1751, após a morte de Bach.

Bach compôs uma enorme quantidade de peças de música coral sacra, incluindo mais de 200 cantatas, a célebre Missa em Si Menor e três composições da Paixão (segundo S. Mateus, S. João e S. Lucas), uma delas perdida. Também compôs inúmeras peças para órgão e para cravo. Os seus últimos trabalhos incluem os célebres 48 prelúdios e fugas: O Cravo Bem-Temperado (Caderno I, 1722, e Caderno II, 1744) e Variações Goldberg (1742). A sua obra musical engloba também 20 concertos e 12 sonatas incompletas para violino e para violoncelo.

Johann Sebastian Bach. In Infopédia [Em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2012.
wikipedia (imagens)




Johann Sebastian Bach pintado por Elias Gottlob HaussmannImagem relacionada 
Ficheiro:Bachweimar.jpg

Registo de pagamentos efectuados a Bach

VÍDEOS





Sem comentários:

Enviar um comentário