NOTA

OS TEXTOS ASSINADOS POR OUTRÉM OU RETIRADOS
DE OUTROS BLOGUES OU SÍTIOS NÃO REFLECTEM NECESSÁRIAMENTE
A OPINIÃO OU POSIÇÃO DO EDITOR DO "desenvolturasedesacatos"

quarta-feira, 14 de junho de 2017

SEM PAPAS NA LÍNGUA


HÁ GENTE QUE PARA ESCONDER A SUA IGNORÂNCIA E ATÉ O SEU EGOÍSMO E RUINDADE TEM PAVOR EM RECONHECER A QUEM QUER QUE SEJA QUALQUER VALOR.
NADA PARA ESSE(A)S HIPÓCRITAS DO QUE SE FAZER ALHEIO À OPINIÃO DE OUTROS MESMO QUANDO É VÁLIDA.

ISSO NOTA~SE PRINCIPALMENTE NOS MEIOS PEQUENOS TAIS COMO ALDEIAS, PEQUENAS POVOAÇÕES ONDE FUGAZMENTE NO PAVONEIO DA MESA DE CAFÉ SE FAZEM ANÁLISES TENDENCIOSAS E IRREALISTAS PROCURANDO CULPAR SEMPRE OS QUE NÃO GOVERNAM NEM GOVERNARAM DOS MALES QUE AFLIGEM AS POPULAÇÕES, O PAÍS.

É COMPLETAMENTE VULGAR OUVIR DETERMINADA GENTE CULPAR QUEM NÃO TEM RESPONSABILIDADES DE GESTÃO. QUEM NÃO TEM POR LEI QUALQUER OBRIGAÇÃO DE RESOLVER PROBLEMAS. OU SEJA : NINGUÉM PROCURA SABER QUAIS AS COMPETÊNCIAS DE UMA CÂMARA MUNICIPAL E A ARMA DE ARREMESSO POLÍTICO E IDEOLÓGICO VAI MUITAS VEZES PARA OS QUE APESAR DE TUDO SE ESFORÇAM E ATÉ ULTRAPASSAM AS COMPETÊNCIAS A BEM DE RESOLVER OS ASSUNTOS DOS FREGUESES E MUNÍCIPES.

É CÓMODO CRITICAR E PRATICAR O ATAQUE DESCABIDO E VENENOSO MESMO SABENDO QUE HÁ VONTADE POLÍTICA E QUE OS MEIOS QUE EXISTEM NA MAIORIA DAS VEZES NÃO SÃO SUFICIENTES PARA RESOLVER TODAS AS SITUAÇÕES QUE SURGEM NA FREGUESIA, NAS LOCALIDADES.

O CANCRO POLÍTICO EXISTENTE, A INCAPACIDADE, A AUSÊNCIA DE VONTADE POLÍTICA POR RAZÕES IDEOLÓGICAS LIGADAS AO PODER CENTRAL É OCULTADO VOLUNTARIAMENTE PELO CARNEIRISMO PARTIDÁRIO E PELA ESPERANÇA DE FAVORES PESSOAIS, CAINDO NA CUNHA, NO ENGRAXAR, NO SUBORNAR, ESQUECENDO QUE SÓ SE PODEM RESOLVER PROBLEMAS QUANDO NOS RESPEITARMOS TODOS.

NÃO HÁ UMA ANALÍTICA COERENTE E REAL QUE SEJA HONESTA PARA QUEM SE ESFORÇA E TRABALHA PARA AGRADAR AOS FREGUESES E NO FIM TODOS SE QUEIXAM E SE LAMENTAM LEVANDO TUDO PELA MESMA MOEDA SEM OLHAR À HONESTIDADE E À CAPACIDADE DE QUEM TRABALHA COM RESPONSABILIDADE E TRANSPARÊNCIA.

COM ESTE PROCEDER DOENTIO TODOS PERDEMOS.

António Garrochinho

Sem comentários:

Enviar um comentário