AVISO

O administrador deste blogue
não é responsável pelas opiniões
veiculadas por terceiros
nem a sua publicação quer dizer
que delas partilhe, apenas as
publica como reflexo da
sociedade em que se inserem
dando-lhes visibilidade
mas nunca fazendo delas opinião própria.
Ao desenvolturasedesacatos reserva-se ainda o direito
de eliminar qualquer comentário anónimo ou não identificado, que contenha ataques
deliberadamente pessoais, que em nada contribuampara o debate de ideias ou para a denúncia
de situações menos claras do ponto de vista ético.


sábado, 10 de junho de 2017

PEIXE QUE ANDA NO FUNDO DO MAR DESCONCERTA CIENTISTAS


As imagens que vemos foram capturadas por um mergulhador em Bali, Indonésia. Durante uma imersão noturna, Emeric Benhalassa notou algo estranho. Um peixe que parecia estar caminhando através do fundo com um par de pernas. É possível uma criatura assim? Uma vez que Emeric postou o vídeo, vários meios entraram em contato com o homem. Segundo ele explicou: - "Provavelmente, o peixe veio até mim pela luz da câmera. Era estranho e bonito ao mesmo tempo, estava seguro de que a Internet ia gostar".

A Nat Geo falou com vários pesquisadores para que pudessem esclarecer a qual espécie pertence o peixe. A maioria coincidia que a estranha criatura é provavelmente um membro do gênero Minous.

Obviamente, o peixe não tem pernas. Os experientes dizem que se trata de uma parte das barbatanas peitorais que se separaram através da evolução da espécie. Para Hiroyuki Motomura, um biólogo marinho do Museu da Universidade de Kagoshima em Japão:

- "Estes peixes e sua família usam estes filamentos peitorais para pesquisar o lodo por vermes e crustáceos."

VÍDEO

No entanto, nem todos os pesquisadores estão seguros da procedência. Enquanto Jeff Williams, do Museu Smithsonian de História Natural, aposta por um Trachycephalus Minous, Leo Smith, biólogo da Universidade do Kansas, acha que não tem nada a ver com esta espécie:

- "Não acho que seja um Minous trachycephalus porque estes têm um rabo com listras alternadas escuras. Apostaria mais por um Minous pictus, pela rabo e a cor similar."

Seja como for e enquanto os especialistas tentam encontrar um denominador comum, o vídeo é uma peça fascinante que nos oferece informação única sobre este peixe "andante" que nunca tinha sido registrado antes. Como diz o próprio Emeric:

- "Uma prova a mais de que no oceano temos ainda muitas coisas por descobrir."




www.mdig.com.br

Sem comentários:

Enviar um comentário