AVISO

OS COMENTÁRIOS, E AS PUBLICAÇÕES DE OUTROS
NÃO REFLETEM NECESSARIAMENTE A OPINIÃO DO ADMINISTRADOR DO "desenvolturasedesacatos"

Este blogue está aberto à participação de todos.


Não haverá censura aos textos mas carecerá, obviamente, da minha aprovação que depende da actualidade do artigo, do tema abordado, da minha disponibilidade, e desde que não contrarie a matriz do blogue.

Os comentários são inseridos automaticamente, com a excepção dos que o sistema considere como SPAM, sem moderação e sem censura.

Serão excluídos os comentários que façam a apologia do racismo, xenofobia, homofobia ou do fascismo/nazismo.


terça-feira, 6 de junho de 2017

O PRIMEIRO POVOADO EUROPEU ONDE É PROIBIDO TIRAR FOTOS

O povoado de Bergün é muito parecido a outros enclaves da Suíça. Um espaço formoso abraçado por colinas e montanhas verdes, com suas pequenas casas brancas e céu azul deslumbrante. Um enclave tão bonito que seus próprios habitantes decidiram proibir as fotografias pelo "bem da humanidade". Em uma assembleia municipal que aconteceu na segunda-feira passada, 29 de maio, os moradores locais aprovaram uma lei que proíbe a fotografia turística. Segundo explicou Peter Nicolaya, o prefeito de Bergün:

O primeiro povoado europeu onde é proibido fazer fotos
Bergün. Wikimedia Commons
- "Não queremos que as pessoas de fora da comunidade que vejam as imagens de nossa pitoresca paisagem nas redes sociais se sintam infelizes. Está “cientificamente comprovado” que belas fotos turísticas de Bergün nas redes sociais fazem com que o espectador não se sinta feliz porque não pode estar ali."
O primeiro povoado europeu onde é proibido fazer fotos
Bergün. Wikimedia Commons
Desde então, a Secretaria de Turismo eliminou as fotos de sua paisagem no Twitter, Facebook e Instagram. Obviamente, estamos ante uma astuta campanha turística. É possível que não tenha melhor maneira de fazer que alguém queira fazer algo quando lhe digam que é proibido.
O primeiro povoado europeu onde é proibido fazer fotos
Por verdade, a multa é de 5 francos (uns 15 reais) por postar uma foto, ainda que a própria Secretaria de Turismo comunica que é improvável que seja cobrado.
VÍDEO
www.mdig.com.br

Sem comentários:

Enviar um comentário