AVISO

OS COMENTÁRIOS, E AS PUBLICAÇÕES DE OUTROS
NÃO REFLETEM NECESSARIAMENTE A OPINIÃO DO ADMINISTRADOR DO "desenvolturasedesacatos"

Este blogue está aberto à participação de todos.


Não haverá censura aos textos mas carecerá, obviamente, da minha aprovação que depende da actualidade do artigo, do tema abordado, da minha disponibilidade, e desde que não contrarie a matriz do blogue.

Os comentários são inseridos automaticamente, com a excepção dos que o sistema considere como SPAM, sem moderação e sem censura.

Serão excluídos os comentários que façam a apologia do racismo, xenofobia, homofobia ou do fascismo/nazismo.


segunda-feira, 5 de junho de 2017

LAVADORAS


A reaccionária da TVI (uma tal Judite) com outra gaja esclerosada já há algum tempo, quiseram falar de greves declaradas pela CGTP. E foram-se ao assunto.
A segunda fazia esforços heróicos para se lembrar do nome do Secretário-Geral, Arménio Carlos. A coisa não lhe saía. Logo a outra, ladina, lhe fez chegar o apoio, a primeira das remelgadas: - É Arménio Santos, asseverou a badalhoca Judite. - Claro que sim, retorquiu a gaja do “Alzheimer”… buts... como a malta dizia quando jogava ao “bilas” (berlinde), relinchou exausta por se ter lembrado, enfim, que, afinal, o nome do homem é Carlos.
Moral da história: O gajo dos Santos é um obscuro sindicalista laranja, sem eira nem beira. “Vive” na parte mais redentora daqueles cerebrozinhos. Arménio Carlos é o “comandante-em-chefe” da central unitária dos trabalhadores portugueses, sobejamente conhecido de todo o país, o que naturalmente origina “esquecimentos” neulorógicos sempre que se fala de trabalhadores em luta.
Guilherme Antunes (facebook)

Sem comentários:

Enviar um comentário