AVISO

OS COMENTÁRIOS, E AS PUBLICAÇÕES DE OUTROS
NÃO REFLETEM NECESSARIAMENTE A OPINIÃO DO ADMINISTRADOR DO "desenvolturasedesacatos"

Este blogue está aberto à participação de todos.


Não haverá censura aos textos mas carecerá, obviamente, da minha aprovação que depende da actualidade do artigo, do tema abordado, da minha disponibilidade, e desde que não contrarie a matriz do blogue.

Os comentários são inseridos automaticamente, com a excepção dos que o sistema considere como SPAM, sem moderação e sem censura.

Serão excluídos os comentários que façam a apologia do racismo, xenofobia, homofobia ou do fascismo/nazismo.


sexta-feira, 2 de junho de 2017

Justiça indiana declara rios Ganges e Yamuna ‘seres vivos’ com direitos equiparáveis aos das pessoas


Para a religião hindu, o Rio Ganges, que cruza a Índia, é sagrado. Um mergulho em suas águas, segundo tal crença, pode limpar a pessoa de todos os seus pecados, e até mesmo curar doenças – para os hindus a vida não é completa sem um mergulho.
O nível de poluição do rio, no entanto, é tão elevado, que em verdade suas águas provocam doenças e podem encerrar vidas. A fim de alterar o processo de poluição do rio e tentar salvar seu ecossistema e a própria vida do Ganges, uma alta corte indiana passou a considerar o rio um “ser vivo”, com direitos equiparáveis ao de pessoas.
Ganges1
Além do Ganges, foi incluído como “ser vivo” também o rio Yamuna, em um procedente aberto pela Nova Zelândia, que realizou o mesmo processo com seu rio Whanganui. O processo correu no Tribunal Superior de Uttarakhand, estado ao norte da Índia, a pedido de um morador da cidade sagrada de Haridwar, para quem o Ganges “é como uma mãe que está sendo descuidada”.
INDIA-RELIGION-HINDU
INDIA FESTIVAL
A poluição no Ganges se dá tanto pelo despejo irregular de esgotos, inclusive de hospitais, quanto pelos rituais de cremação praticados em suas águas. O rio é considerado um dos cinco mais poluídos do mundo, com níveis de coliformes fecais mais de mil vezes acima do limite oficial.
Ganges5
Que precisemos de leis para cuidar da natureza – especialmente de um rio que é considerado sagrado por sua própria população – diz muito sobre o ser humano. Seja como for, preserva-lo, seus direitos e sua própria vida, é também preservar a vida de todos os outros seres vivos. Que se torne um exemplo bem sucedido, afinal, todo rio é um pouco sagrado
Ganges6
Ganges2
© fotos: divulgação


vivimetaliun.wordpress.com

Sem comentários:

Enviar um comentário