AVISO

O administrador deste blogue
não é responsável pelas opiniões
veiculadas por terceiros
nem a sua publicação quer dizer
que delas partilhe, apenas as
publica como reflexo da
sociedade em que se inserem
dando-lhes visibilidade
mas nunca fazendo delas opinião própria.
Ao desenvolturasedesacatos reserva-se ainda o direito
de eliminar qualquer comentário anónimo ou não identificado, que contenha ataques
deliberadamente pessoais, que em nada contribuampara o debate de ideias ou para a denúncia
de situações menos claras do ponto de vista ético.


domingo, 18 de junho de 2017

Inimigos, inimigos, negócios à parte


O Qatar celebrou um acordo com os americanos de compra de caças F-15 no valor total de 12 bilhões de dólares, apesar das acusações contra Doha expressas há pouco pelo presidente dos EUA, Donald Trump, relativamente ao apoio do terrorismo.

Inimigos, inimigos, negócios à parte

Segundo informaram as fontes, o encontro entre o chefe do Pentágono, James Mattis, e representantes qatarenses a fim de assinar o respectivo contrato deverá se realizar nesta quarta-feira (14), afirma a Reuters. Já de acordo com as informações da Bloomberg, trata-se de 36 caças.
Na sexta-feira passada (9), o presidente americano, Donald Trump, acusou o Qatar de financiar o terrorismo e afirmou que chegou a hora de por fim a esta prática.

br.sputniknews.com

Sem comentários:

Enviar um comentário