NOTA

OS TEXTOS ASSINADOS POR OUTRÉM OU RETIRADOS
DE OUTROS BLOGUES OU SÍTIOS NÃO REFLECTEM NECESSÁRIAMENTE
A OPINIÃO OU POSIÇÃO DO EDITOR DO "desenvolturasedesacatos"

sábado, 24 de junho de 2017

Há exactos 60 anos atrás esta mulher era multada por usar bikini na praia

O engenheiro automobilístico Louis Réard herdou uma confecção de lingerie da sua mãe e em junho de 1947, há exatsos 70 anos, ele lançou uma roupa de praia de duas peças que decidiu batizar de "biquíni", em função das recentes notícias da época de testes atômicos no Atol de Bikini. Apesar do sucesso inicial do vestuário na França, as mulheres do mundo continuaram presas aos trajes de banho tradicionais de uma peça, e Réard voltou a projetar e vender calções.

Há exatos 60 anos esta mulher era multada por usar biquíni na praia
O próprio Réard descreveria mais tarde o biquíni como "um traje de banho de duas peças que revela tudo sobre uma garota com exceção do nome de solteira da mãe". A Revista de moda Modern Girl Magazine, em 1957, afirmou que "não é necessário desperdiçar palavras com o chamado biquíni, já que é inconcebível que qualquer garota com tato e decência use tal indecência".

A foto que ilustra este post data de 1957, há exatos 60 anos. A mulher está usando um biquíni na praia em Rimini, na costa adriática da Itália. Na época, a Itália proibia o uso do traje revelador e "indecente". Era muito impróprio para ser usado em público. O policial da foto parece ter um leve sorriso (perversidade ou felicidade) enquanto anota uma multa para o "monumento" em seu traje de banho ofensivo.

O biquíni foi banido das praias e lugares públicos no litoral francês, espanhol, italiano, português, etc. Também foi proibido ou desencorajado em vários estados dos EUA. O Vaticano declarou-o pecaminoso. O Código de Produção de Filmes dos Estados Unidos, também conhecido como o Código Hays, aplicado a partir de 1934, permitia roupas de duas peças, mas proibia a exibição do umbigo nos filmes de Hollywood.

As fotos glamourizadas cada vez mais comuns de atrizes e modelos populares desempenharam um papel importante na colocação do biquíni no mainstream. Estrelas de Hollywood como Ava Gardner, Rita Hayworth, Lana Turner, Elizabeth Taylor, Tina Louise, Marilyn Monroe, Esther Williams e Betty Grable aproveitaram a publicidade risqué (material indecente ou susceptível de choque, sexualmente sugestivo) associada ao biquíni para posar com o traje.

No final do século, o biquíni tornou-se o vestuário de praia mais popular em todo o mundo. Segundo o historiador de moda francês Olivier Saillard, isso aconteceu devido ao "poder das mulheres e não ao poder da moda". Como ele explica, a emancipação do traje de banho sempre esteve ligada à emancipação das mulheres, embora uma pesquisa indique que 85% de todos os biquínis nunca tocam na água.

www.mdig.com.br

Sem comentários:

Enviar um comentário