AVISO

OS COMENTÁRIOS, E AS PUBLICAÇÕES DE OUTROS
NÃO REFLETEM NECESSARIAMENTE A OPINIÃO DO ADMINISTRADOR DO "desenvolturasedesacatos"

Este blogue está aberto à participação de todos.


Não haverá censura aos textos mas carecerá, obviamente, da minha aprovação que depende da actualidade do artigo, do tema abordado, da minha disponibilidade, e desde que não contrarie a matriz do blogue.

Os comentários são inseridos automaticamente, com a excepção dos que o sistema considere como SPAM, sem moderação e sem censura.

Serão excluídos os comentários que façam a apologia do racismo, xenofobia, homofobia ou do fascismo/nazismo.


sexta-feira, 12 de maio de 2017

Três chineses detidos na fronteira com 706 mil euros


Um cidadão chinês foi detido, esta quinta-feira, na fronteira do Caia, em Elvas, na posse de 266 mil euros, depois de a GNR anunciar a detenção de outros dois cidadãos de nacionalidade chinesa na posse de 480 mil euros.

Um cidadão de nacionalidade chinesa foi detido pela GNR na posse de 266 mil euros e a viatura em que seguia foi apreendida durante o controlo da fronteira do Caia que decorre no âmbito da "Operação Fronteira Branca".
No mesmo local, a GNR tinha anunciado a detenção de outros dois homens chineses, de 35 e 36 anos, pelo alegado crime de branqueamento de capitais, tendo na sua posse "cerca de 480 mil euros, em notas de 50, 100 e 500 euros", que foram apreendidos.
No âmbito da "Operação Fronteira Branca", por ocasião da visita do Papa a Portugal, foi reposto o controlo documental dos cidadãos nas fronteiras aéreas, marítimas e terrestres do país, até às 00 horas do próximo domingo.
Em três operações de combate ao branqueamento de capitais realizadas na fronteira do Caia em junho, setembro e novembro de 2016, a GNR deteve dois portugueses e um chinês e apreendeu 1082650 euros em numerário.

www.jn.pt

Sem comentários:

Enviar um comentário