AVISO

O administrador deste blogue
não é responsável pelas opiniões
veiculadas por terceiros
nem a sua publicação quer dizer
que delas partilhe, apenas as
publica como reflexo da
sociedade em que se inserem
dando-lhes visibilidade
mas nunca fazendo delas opinião própria.
Ao desenvolturasedesacatos reserva-se ainda o direito
de eliminar qualquer comentário anónimo ou não identificado, que contenha ataques
deliberadamente pessoais, que em nada contribuampara o debate de ideias ou para a denúncia
de situações menos claras do ponto de vista ético.


segunda-feira, 22 de maio de 2017

Mário Machado vai estagiar num escritório de advogados


Líder nacionalista saiu em liberdade condicional, depois de cumprir uma pena de dez anos de prisão


O ex-dirigente da Frente Nacional, Mário Machado, está em liberdade condicional desde a semana passada. A notícia, avançada pelo "Correio da Manhã", foi confirmada pelo seu advogado ao Expresso.
Mário Machado cumpriu uma pena de dez anos efetivos de prisão, em cúmulo jurídico, por condenações relacionadas com discriminação racial, coação agravada, posse ilegal de arma e ofensa à integridade física qualificada. E em junho do ano passado foi condenado a mais dois anos e nove meses de prisão por tentativa de extorsão agravada.
Agora, o Tribunal de Execução de Penas autorizou-lhe a saída em liberdade condicional. Uma medida que, para o seu advogado José Manuel de Castro, "só peca por tardia".
Mário Machado irá estagiar num escritório de advogados na região da Grande Lisboa, depois de se ter licenciado pela Universidade Autónoma de Lisboa (UAL) durante o tempo que esteve na cadeia. "Não posso revelar qual é o escritório, mas não é o meu", garante o advogado.
José Manuel de Castro afiança que Mário Machado não está impedido de dar entrevistas à comunicação social, mas foi-lhe recomendado pela magistratura que mantenha uma atitude de low profile. "É uma recomendação e também uma opção do meu cliente, que ele tenciona seguir nos próximos tempos", assegura.


expresso.sapo.pt

Sem comentários:

Enviar um comentário