AVISO

O administrador deste blogue
não é responsável pelas opiniões
veiculadas por terceiros
nem a sua publicação quer dizer
que delas partilhe, apenas as
publica como reflexo da
sociedade em que se inserem
dando-lhes visibilidade
mas nunca fazendo delas opinião própria.
Ao desenvolturasedesacatos reserva-se ainda o direito
de eliminar qualquer comentário anónimo ou não identificado, que contenha ataques
deliberadamente pessoais, que em nada contribuampara o debate de ideias ou para a denúncia
de situações menos claras do ponto de vista ético.


segunda-feira, 1 de maio de 2017

MAIS DE 100.000 PESSOAS NO DESFILE DO 1º MAIO EM MOSCOVO



Mais de 100.000 pessoas participaram esta segunda-feira numa marcha pelo Dia Internacional do Trabalhador na Praça Vermelha de Moscovo, na Rússia.
O desfile foi promovido pelos sindicatos do comércio sob o lema “Por um trabalho, um salário e uma vida decentes”, envolvendo gente de diversas idades e áreas laborais.

As cores da bandeira russa (azul, branco e vermelho) dominaram e a música animou a multidão nos diversos eventos promovidos pelos sindicatos por todo o país, nos quais se estimou a participação de 2,5 milhões de pessoas.
Até em Salekhard, uma cidade russa localizada no círculo polar ártico, 1500 pessoas enfrentaram as temperaturas negativas para celebrar nas ruas o Dia do Trabalhador.
Um dos momentos de maior simbolismo aconteceu num outro evento promovido pelo Partido Comunista e no qual terão participado 3500 pessoas. O líder comunista, Gennady Zyuganov, depositou uma coroa de flores junto à estátua de Lenine.
O Primeiro de Maio é uma celebração de grande significado entre os russos desde os tempos da União Soviética.

As autoridades mobilizaram mais de 350 mil polícias e elementos da guarda nacional para garantirem a segurança e a ordem durante as celebrações deste Dia do Trabalhador.

VÍDEO

video



pt.euronews.com

Sem comentários:

Enviar um comentário