NOTA


Os textos assinados por outrem ou retirados de outros blogs ou sítios não reflectem necessáriamente a opinião ou posição do editor do "desenvolturasedesacatos"

quarta-feira, 3 de maio de 2017

CENTRO CULTURAL DE BORDEIRA - CANTEIROS, ACORDEÃO, SOCIAL, ASSOCIAÇÕES E JUNTA DE FREGUESIA.








Freguesia de Santa Bárbara Nexe

CENTRO CULTURAL DE BORDEIRA - CANTEIROS, ACORDEÃO, SOCIAL, ASSOCIAÇÕES E JUNTA DE FREGUESIA.

SÉRGIO MARTINS, PRESIDENTE DA JUNTA DE FREGUESIA DE SANTA BÁRBARA DE NEXE, PROPÔS UM MAIOR E MULTIFACETADO CENTRO CULTURAL DE BORDEIRA - ASSEMBLEIA MUNICIPAL, 28/5/2017
Saúdo o Sr. Presidente da Câmara Municipal que anunciou que está a desenvolver um projecto para um Centro Cultural em Bordeira. Muito bem. É muito importante e apoio a ideia.
➥ É a continuação de um trabalho iniciado pela Junta de Freguesia de Santa Bárbara de Nexe com os canteiros de Bordeira já há mais de 12 anos. A Câmara fez um parceria com a Junta de Freguesia para um Museu do Canteiro, no tempo do Presidente José Vitorino.
➥ A parceria continuou com recolha de elementos, uma exposição e uma visita ao Museu do Canteiro em Alcains (Castelo Branco), no tempo do Presidente José Apolinário.
➥ Se não me falha a memória foi no dia 11 de Novembro de 2010 que o Presidente Macário Correia anunciou num almoço dos canteiros que tinha o cheque para comprar o terreno em Bordeira para o Museu do Canteiro mas não conseguiu depois concretizar.
➥ Também se não me falha a memória foi no dia 11 de Maio de 2015 que o Presidente Rogério Bacalhau confirmou a intenção de comprar o terreno em Bordeira para o Museu do Canteiro e comprou.
Entretanto há uns anos atrás a ideia original foi sendo ampliada.
➥ Acrescentar a Casa do Acordeão com todo o trabalho que tem sido feito no projecto Terra de Acordeão, que também foi iniciado pela Junta de Freguesia.
➥ Acrescentar também uma sala de espectáculos e salas para as várias associações de Bordeira.
Acrescentar também uma delegação da Junta de Freguesia.
O terreno que a Câmara já comprou, disse o Presidente que permite pouca construção.
Lanço dois desafios.
➥ Primeiro que a Câmara dê continuidade a uma parceria
alargada com a Junta de Freguesia e as Associações de Bordeira.
➥ Segundo que a Câmara compre o terreno ao lado, onde está a Associação Valorizarte. É maior, permite mais construção e está a venda pelo mesmo preço, não se colocando problemas de avaliações.
➥ Juntando os dois terrenos haverá espaço para tudo e todos e pode assim nascer um grande, multifacetado e envolvente Centro Cultural digno de uma candidatura de Faro a Capital Europeia da Cultura.

Sem comentários:

Enviar um comentário