AVISO

O administrador deste blogue
não é responsável pelas opiniões
veiculadas por terceiros
nem a sua publicação quer dizer
que delas partilhe, apenas as
publica como reflexo da
sociedade em que se inserem
dando-lhes visibilidade
mas nunca fazendo delas opinião própria.
Ao desenvolturasedesacatos reserva-se ainda o direito
de eliminar qualquer comentário anónimo ou não identificado, que contenha ataques
deliberadamente pessoais, que em nada contribuampara o debate de ideias ou para a denúncia
de situações menos claras do ponto de vista ético.


segunda-feira, 1 de maio de 2017

Acabei de questionar o Ministro do Ambiente sobre a construção de um hotel de luxo praticamente dentro da praia de Monte Gordo.

Acabei de questionar o Ministro do Ambiente sobre a construção de um hotel de luxo praticamente dentro da praia de Monte Gordo. De acordo com notícias vindas a público, a construção deste hotel de luxo apenas depende de autorização da Agência Portuguesa do Ambiente. Perante isto, interessa conhecer a posição do Governo, lembrando que ainda recentemente este mesmo Governo mandou demolir habitações nos Hangares e no Farol (Ilha da Culatra), alegadamente por estas se encontrarem demasiado perto da linha de água. O hotel de luxo previsto para o extremo ocidental da Praia de Monte Gordo não está também demasiado perto da linha de água, praticamente em cima da praia? Tal proximidade da linha de água só constitui um problema se as construções forem modestas? Se forem hotéis de luxo já não há problema?

Paulo Sá - deputado do PCP





Sem comentários:

Enviar um comentário