NOTA

OS TEXTOS ASSINADOS POR OUTRÉM OU RETIRADOS
DE OUTROS BLOGUES OU SÍTIOS NÃO REFLECTEM NECESSÁRIAMENTE
A OPINIÃO OU POSIÇÃO DO EDITOR DO "desenvolturasedesacatos"

quinta-feira, 20 de abril de 2017

QUEREM GUERRA OS VAMPIROS DO IMPERIALISMO AMERICANO E AMEAÇAM UM PAÍS QUE NUNCA AGREDIU OU INVADIU QUALQUER OUTRO AO CONTRÁRIO DOS ASSASSINOS DO TIO SAM - EUA admitem considerar Coreia do Norte como patrocinador de terrorismo


O secretário de Estado norte-americano, Rex Tillerson, disse hoje que os Estados Unidos admitem a possibilidade de voltar a colocar a Coreia do Norte na lista de patrocinadores de terrorismo, da qual o regime de Pyongyang saiu em 2008.


"Estamos a rever o estatuto da Coreia do Norte, quer como patrocinador de terrorismo quer por outro tipo de vias, para aumentar a pressão para que o regime de Pyongyang volte a envolver-se" num diálogo, indicou Tillerson, numa conferência de imprensa.

Apesar da intenção de dialogar com o regime norte-coreano, liderado por Kim Jong-un, Tillerson comentou que a administração do Presidente dos EUA, Donald Trump, quer fazê-lo "de uma forma diferente da maneira como se fizeram as conversações no passado".

Os Estados Unidos retiraram a Coreia do Norte da lista de patrocinadores do terrorismo, em que estão o Irão, a Síria e o Sudão, em 2008, durante a presidência do republicano George W. Bush.

O fim da designação da Pyongyang como Estado patrocinador do terrorismo resultou de negociações entre a Rússia, os Estados Unidos, o Japão, a China e as duas Coreias, para pôr um ao programa atómico militar daquele país.





Sem comentários:

Enviar um comentário