AVISO

O administrador deste blogue
não é responsável pelas opiniões
veiculadas por terceiros
nem a sua publicação quer dizer
que delas partilhe, apenas as
publica como reflexo da
sociedade em que se inserem
dando-lhes visibilidade
mas nunca fazendo delas opinião própria.
Ao desenvolturasedesacatos reserva-se ainda o direito
de eliminar qualquer comentário anónimo ou não identificado, que contenha ataques
deliberadamente pessoais, que em nada contribuampara o debate de ideias ou para a denúncia
de situações menos claras do ponto de vista ético.


terça-feira, 4 de abril de 2017

Preso fugido de Caxias exibe-se armado na net


Único de três reclusos por capturar publica fotos no Facebook com arma de guerra. 

Joaquim Bitton Matos garante a amigos que, de carro ou barco, irá continuar em fuga Direitos Reservados 0 1Um mês e meio depois de ter fugido da cadeia de Caxias – juntamente com dois chilenos que entretanto foram capturados em Espanha –, o luso-israelita Joaquim Bitton Matos voltou agora a dar sinais de vida, para gozar e provocar as autoridades portuguesas através da internet, onde publicou fotografias recentemente. De rosto descoberto e com uma espingarda de assalto M4 nas mãos, o foragido não revela onde está, mas brinca com o período passado na cadeia – "Jakob chamado ao gradão" – e para que não restem dúvidas colocou o número de recluso (348) na legenda da foto. Joaquim Bitton Matos, o foragido de 33 anos, usou um perfil no Facebook que já tinha antes de ser preso por roubos violentos a clientes de casinos, em novembro de 2015. 

Na mesma página, um mês depois da fuga de Caxias, o foragido tinha publicado uma mensagem onde afirmava: "Ninguém será considerado culpado até sentença penal condenatória." Recorde-se que Bitton Matos iria começar a ser julgado brevemente. Estava em prisão preventiva. 

As imagens publicadas pelo fugitivo foram já alvo de comentários de amigos e familiares – e todos alinham no mesmo tom jocoso. Uma mulher com o mesmo apelido do luso-israelita chega mesmo ao ponto de gozar com a reação à fuga: "348 vou ligar para o 112", pode ler-se. O fugitivo responde que "já é muito tarde", seguido de símbolos que significam algo como "de barco ou carro não me param neste planeta". Até ontem Bitton Matos não tinha sido capturado.

http://www.cmjornal.pt/

Sem comentários:

Enviar um comentário