AVISO

O administrador deste blogue
não é responsável pelas opiniões
veiculadas por terceiros
nem a sua publicação quer dizer
que delas partilhe, apenas as
publica como reflexo da
sociedade em que se inserem
dando-lhes visibilidade
mas nunca fazendo delas opinião própria.
Ao desenvolturasedesacatos reserva-se ainda o direito
de eliminar qualquer comentário anónimo ou não identificado, que contenha ataques
deliberadamente pessoais, que em nada contribuampara o debate de ideias ou para a denúncia
de situações menos claras do ponto de vista ético.


quarta-feira, 5 de abril de 2017

OS TRABALHADORES VÃO CONHECENDO OS AMARELOS ! - Em oito anos a UGT perdeu 62 mil sindicalizados


Sérgio Monte, secretário executivo da UGT, aponta a “razia” na banca, as rescisões no sector empresarial do Estado, num período em que “muitos trabalhadores deixaram de pagar quotas”, como as principais causas para a redução de sindicalizados.

Um sinal dos tempos. Nos últimos oito anos, o número de sindicalizados na União Geral de Trabalhadores (UGT) tem vindo a decrescer progressivamente. De acordo com o “Jornal de Negócios” esta sexta-feira, o sindicato perdeu 62 mil associados desde 2008.
Estes números, fornecidos pelo próprio sindicato, surgem em vésperas do congresso da UGT, que se irá realizar no próximo fim-de-semana. Sérgio Monte, secretário executivo da UGT, confessou ao matutino não estar surpreendido com esta redução.
Para o líder sindical, a “razia” na banca, as rescisões no sector empresarial do Estado e a aposentação em massa de funcionários público, num período em que “muitos trabalhadores deixaram de pagar quotas”, são as principais causas para esta redução de sindicalizados.



expresso.sapo.pt

Sem comentários:

Enviar um comentário