NOTA

OS TEXTOS ASSINADOS POR OUTRÉM OU RETIRADOS
DE OUTROS BLOGUES OU SÍTIOS NÃO REFLECTEM NECESSÁRIAMENTE
A OPINIÃO OU POSIÇÃO DO EDITOR DO "desenvolturasedesacatos"

sexta-feira, 7 de abril de 2017

Mogherini, - Não há futuro para Bashar al Assad na Síria


O silêncio, a imobilidade podiam disfarçar o vazio. As declarações da "assim denominada" chefe da diplomacia europeia são sempre tiros de anúncio de que no escuro nada existe. 
 A União Europeia não tem política externa! Não tem política externa porque não tem objectivos estratégicos definidos. No Médio Oriente, a única ideia perceptível é a política de seguir os americanos: manter um nível elevado de tensão e um limite controlado de desestabilização. Uma estratégia americana assente em dois agentes locais dos EUA, Israel e a Arábia Saudita. Por isso estes dois pontas de lança dispoem dos maiores exércitos locais. Israel possui até armas nucleares.
Quanto ao resto, a política externa da União Europeia no Médio Oriente é a da varinha mágica: introduz-se na panela regional e faz girar o moinho.... Esta sopa de nada (o pensamento estratégico), tem como ajudante de cozinha a senhora Mogherini, que nem sequer chega ao nível da Bimby.
A pergunta a fazer à senhora que vê os americanos e os russos agitarem as suas varinhas mágicas no Médio Oriente seria: Já que que a política do Médio Oriente é cozinhada por americanos e russos porque é a União Europeia que paga as favas dos refugiados?
Outras perguntas a fazer à senhora seriam: porque razão Bashar al Assad não tem lugar na Síria, mas o bonifrate que os americanos colocaram no Iraque tem ali lugar? E Edorgan porque tem lugar na Turquia? Isto para não falar nos democratas paladinos dos direitos dos povos que têm lugar em Riade e em Telavive... Mistérios da cozinha...

La jefa de la Diplomacia europea, Federica Mogherini, ha dicho que no ve un futuro para Bashar al-Asad en Siria.
HISPANTV.COM

Sem comentários:

Enviar um comentário