AVISO

O administrador deste blogue
não é responsável pelas opiniões
veiculadas por terceiros
nem a sua publicação quer dizer
que delas partilhe, apenas as
publica como reflexo da
sociedade em que se inserem
dando-lhes visibilidade
mas nunca fazendo delas opinião própria.
Ao desenvolturasedesacatos reserva-se ainda o direito
de eliminar qualquer comentário anónimo ou não identificado, que contenha ataques
deliberadamente pessoais, que em nada contribuampara o debate de ideias ou para a denúncia
de situações menos claras do ponto de vista ético.


sábado, 22 de abril de 2017

BORBOLETAS VERDADEIROS ARCO ÍRIS DA COR


 
10. Morpho
Morpho, ou Blue Morpho, uma das mais lindas borboletas do mundo

Também chamada de Morpho Azul, é uma das maiores borboletas do mundo  pode medir até 15 centímetros. Podem ser encontradas na América Central e América do Sul, pois estão adaptadas ao clima e florestas tropicais. Sua principal característica é a forte e vibrante cor azul, com bordas pretas e alguns pontos coloridos, que servem como camuflagem para protegê-las contra possíveis predadores, como camaleões, sapos e pássaros. Ao se sentirem ameaçadas, soltam um cheiro muito forte para espantar outros animais.
 
9. Borboleta-zebra
Borboleta-zebra, uma das mais lindas do mundo

Seu nome oficial, de acordo com a zoologia, é Heliconius charithonia. É chamada de zebra por causa das listras brancas nas asas negras, que lembram o famoso equino. Em 1996, foi declarada a borboleta oficial do estado da Flórida, nos Estados Unidos. É a única espécie que se alimenta de pólen. Cientistas afirmam que, por se alimentar de pólen, vivem mais do que as outras - até seis meses. Ao se sentirem ameaçadas, emitem um som que espanta predadores.
 
8. Borboleta-pavão-diurno
Borboleta-pavão-diurno

Encontrada em países no sul do continente asiático, tem como principal característica lindos pontos coloridos nas asas que lembram olhos, algumas até lembram o famoso amuleto olho grego. O mais interessante é que essas cores mudam de acordo com o clima, tornando-se mais brilhantes quando o tempo está mais seco. Essas borboletas se adaptam a cidades, mas gostam de viver em parques e jardins.
 
7. Borboleta oitenta-e-oito
a exótica borboleta oitenta-e-oito 88


Seu nome científico oficial é Diatheria clymena, mas é popularmente conhecida por 88 por causa das listras nas asas que podem facilmente ser reconhecidas por este número, basta prestar atenção no formato. O mais impressionante é que existem 12 diferentes espécies de Diatheria clymena, mas todas elas têm essa característica "numérica" em suas asas. As cores podem variar, mas a mais comum é a branca com listras pretas, com o número bem no meio das asas. Podem ser encontradas em países do Caribe e da América Central.
 
6. Borboleta-coruja
a excêntrica e linda borboleta-coruja

Esta excêntrica e bela espécie tem esse nome pois o desenho em suas asas é muito semelhante ao rosto de uma coruja, com um formato no meio que lembra os olhos da ave. Cientistas dizem que esta é uma forma eficiente de espantar predadores. É encontrada nas Américas Central e do Sul, e tem como outra característica as grandes asas, que podem medir até 16 centímetros mas, apesar disso, seus voos são muito curtos. Essas borboletas gostam de viver em florestas e campos de agricultura, e podem viver até 150 dias.
 
5. Sylphina Angel
Sylphina Angel, borboleta de asas transparentes



Esta linda espécie pode ser encontrada em países como Peru, Equador e Bolívia, e tem como característica as asas transparentes. É também uma das espécies mais resistentes, pois costumam voar até 320 quilômetros em busca de alimento, principalmente na primavera, em busca de flores ricas em pólen.
 
4. Apollo
borboleta apollo

Além das lindas asas brancas com pontos escuros e vermelhos, um dos principais atributos da Apollo é o seu corpo coberto de pelos, como se fosse uma "borboleta de pelúcia". É uma espécie europeia, encontrada somente em algumas áreas da Itália, França e Espanha, e infelizmente é uma das borboletas ameaças de extinção devido à ação do homem e mudanças climáticas. Quando se sentem ameaçadas por predadores, exalam um forte cheiro para espantá-los.


www.tudoporemail.com.br

Sem comentários:

Enviar um comentário