AVISO

OS COMENTÁRIOS, E AS PUBLICAÇÕES DE OUTROS
NÃO REFLETEM NECESSARIAMENTE A OPINIÃO DO ADMINISTRADOR DO "desenvolturasedesacatos"

Este blogue está aberto à participação de todos.


Não haverá censura aos textos mas carecerá, obviamente, da minha aprovação que depende da actualidade do artigo, do tema abordado, da minha disponibilidade, e desde que não contrarie a matriz do blogue.

Os comentários são inseridos automaticamente, com a excepção dos que o sistema considere como SPAM, sem moderação e sem censura.

Serão excluídos os comentários que façam a apologia do racismo, xenofobia, homofobia ou do fascismo/nazismo.


terça-feira, 4 de abril de 2017

ATESTADO DE VIRGINDADE




É um certificado passado por uma parteira da época, chamada Bárbara Emília, natural de Coira, Viseu

A pedido de uma jovem que pretendia libertar-se da difamação e provar a sua virgindade, para contrair casamento.


O documento diz o seguinte: 



transferir.jpg



Eu, Bárbara Emília, parteira que soy de Coyra, atestu e curtifico que Maria dos Prazeres Jacynto Leite Capello Rêgu tem as partes fodengas talinqual comu veyo ao mundo inseto uma noida negra no alto da crica que não sendo de nacenssa é proveniente de marradas de pisa.

Por ser verdade pasei o prezente atestado de virgindade.


Bárbara Emília das Dores




portugaldeantigamente.blogs.sapo.pt

Sem comentários:

Enviar um comentário