AVISO

O administrador deste blogue
não é responsável pelas opiniões
veiculadas por terceiros
nem a sua publicação quer dizer
que delas partilhe, apenas as
publica como reflexo da
sociedade em que se inserem
dando-lhes visibilidade
mas nunca fazendo delas opinião própria.
Ao desenvolturasedesacatos reserva-se ainda o direito
de eliminar qualquer comentário anónimo ou não identificado, que contenha ataques
deliberadamente pessoais, que em nada contribuampara o debate de ideias ou para a denúncia
de situações menos claras do ponto de vista ético.


quinta-feira, 13 de abril de 2017

ASSASSINOS E DITADORES FASCISTAS E SEUS FILHOS

Joseph Goebbels - Holdine Kathrin Goebbels

O Ministro de Propaganda Nazi era um dos amigos mais próximos de Adolf Hitler. Ele e sua esposa Magda, eram admiradores profundos e dedicados ao Führer. O casal teve cinco filhas e um filho que, em homenagem a Hitler, receberam nomes que começavam com a letra H. Mas a crianças não sobreviveram à adolescência. Em 1 de maio de 1945, quando a Alemanha Nazista estava à beira da derrota na SMG, todas as crianças foram assassinadas por seus pais, que cometeram suicídio pouco depois.

Benito Mussolini - Edda Mussolini

Como chefe do Partido Nacional Fascista da Itália, Benito Mussolini governou como ditador durante 20 anos, até que foi derrotado em 1943. O mais próximo aliado de Adolf Hitler, um homem conhecido como “Il Duce”, teria pelo menos três filhos e uma filha. Curiosamente, o marido de sua filha favorita, Edda, estava implicado em um plano para derrotar o ditador. Assim, o conspirador Gian Galeazzo Ciano, foi condenado à morte e, apesar das súplicas de Edda ao pai, o moço foi executado. Edda renunciou seu sobrenome o que, segundo dizem, cortou o coração de Mussolini. 


Keith Jesperson - Melissa Moore

Melissa Moore é a filha do famoso assassino em série, "Happy Face”, criminoso que recebeu este nome por enviar rostos sorridentes impressos em cartas à polícia. Aos 15 anos, Moore descobriu que seu pai tinha sido responsável por estuprar e matar oito mulheres em diferentes Estados norte-americanos. A jovem de 37 anos é hoje reporte da série televisiva Crime Watch Daily. Neste sentido, sem querer ser associada com os crimes hediondos de seu pai, Moore escolheu um caminho que dá voz a vítimas de crimes semelhantes. 

Francisco Franco – Carmen Franco.

O ditador Francisco Franco representa uma das maiores forças repressivas sobre a nação Espanhola. Até sua morte em 1975, o regime violento do líder de extrema-direita foi responsabilizado pelas mortes de milhares de seus compatriotas. Ele proibiu o uso das línguas catalã e basca e também proibiu a pratica de qualquer religião no país, exceto o catolicismo. Após sua morte, sua única filha, Carmen, casou com um cirurgião reponsável por realizar o primeiro transplante de coração na Espanha, e com ele teve sete filhos. Depois de descrever seu pai como uma "pessoa calorosa," Carmen, hoje com 90 anos, é uma das poucas pessoas de nossa lista que está viva até os dias atuais.

Osama Bin Laden - Omar Bin Laden

Osama foi o homem mais procurado do mundo. O líder, agora neutralizado, da Al-Qaeda . Felizmente, as semelhanças entre ele e seu filho são apenas física. Omar, de 35 anos, é o único filho de Bin Laden, e é um crítico dos crimes cometidos por seu pai. Omar trabalha como comerciante de sucata e é um promotor da paz, de modo que escreve um interessante livro sobre como foi sua educação na família Bin Laden.

Adolf Hitler - Jean-Marie Loret

Este pai não dispensa apresentação. Embora não tenha nenhum filho registrado oficialmente, o ditador mais rude do mundo parece ter deixado uma descendente. Seu nome é Jean-Marie Loret. Ela afirmou que nasceu de um caso entre sua mãe, Charlotte Lobjoie, e o Führer. Tudo teria ocorrido durante o período em que ele esteve na França por ocasião da Primeira Guerra Mundial. Por ironia do destino, Loret foi posteriormente adotada e acabou lutando contra os nazista na Segunda Guerra. Foi quando sua mãe no leito de morte lhe teria revelado a identidade de seu verdadeiro pai, desencadeando na moça uma profunda depressão. Loret, que no ano de 1985 faleceu aos 67 anos de idade, passou grande parte de sua vida buscando, de maneira determinante e conclusiva, obter a certeza sobre a verdadeira identidade de seu pai.  


www.matacuriosidade.com.br

Sem comentários:

Enviar um comentário