AVISO

OS COMENTÁRIOS, E AS PUBLICAÇÕES DE OUTROS
NÃO REFLETEM NECESSARIAMENTE A OPINIÃO DO ADMINISTRADOR DO "desenvolturasedesacatos"

Este blogue está aberto à participação de todos.


Não haverá censura aos textos mas carecerá, obviamente, da minha aprovação que depende da actualidade do artigo, do tema abordado, da minha disponibilidade, e desde que não contrarie a matriz do blogue.

Os comentários são inseridos automaticamente, com a excepção dos que o sistema considere como SPAM, sem moderação e sem censura.

Serão excluídos os comentários que façam a apologia do racismo, xenofobia, homofobia ou do fascismo/nazismo.


sábado, 29 de abril de 2017

As autoridades turcas bloquearam, este sábado, o acesso à enciclopédia em linha Wikipédia.



De acordo com o grupo turco de vigilância da internet “Turkey Blocks”, o bloqueio foi detetado ao início da manhã.
Os opositores do presidente Recep Tayyip Erdogan consideram que este é mais um ato, do Governo de Ancara, para reprimir a liberdade de expressão na internet.
Esta não é a primeira vez que os grupos de monitorização da internet acusam as autoridades turcas de bloquearem o acesso a redes sociais como o Facebook ou o Twitter.
De acordo com estas organizações, o Governo bloqueou, no passado, o acesso a vários portais da internet após ataques de militantes extremistas.
O Executivo de Recep Tayyip Erdogan negou, sempre, ter colocado bloqueios a qualquer portal na internet.

VÍDEO




pt.euronews.com

Sem comentários:

Enviar um comentário