NOTA


Os textos assinados por outrem ou retirados de outros blogs ou sítios não reflectem necessáriamente a opinião ou posição do editor do "desenvolturasedesacatos"

domingo, 9 de abril de 2017

AGORA SÃO ELES QUE NOS ENGANAM ! - O Soldado Milhões ( O português que enganou os alemães )


O português que enganou os alemães na I Guerra Mundial


Aníbal Augusto Milhais (1895-1970) partiu de Portugal com pouco mais de 20 anos rumo à Flandres francesa, como «carne para canhão» numa guerra que ceifou a vida a milhões de pessoas.




A sua coragem fez dele um herói



 soldado_milhoes_frame6946fb5e_664x373.jpg




Na Batalha de La Lys, contrariando as ordens de um oficial, ficou a cobrir a retirada dos seus camaradas portugueses e britânicos.
Acompanhado de uma metralhadora ligeira Lewis, a sua Luisinha, foi protagonista de um ato de bravura reconhecido.
Depois de dias a vaguear sozinho por trincheiras e descampados, regressou para junto do seu batalhão.





 A lenda nasceu



Ainda na Flandres, passa a ser chamado Milhões (numa alusão ao seu valor) e é condecorado com a Ordem de Torre e Espada.

Torna-se, aliás, o único soldado raso a receber ainda em França a mais alta condecoração a que um militar português pode aspirar.


Em 1919, regressa a Valongo (actualmente Valongo de Milhais), casa e tem filhos.
A sua história parecia terminada e vetada ao esquecimento quando, em 1924, o jornal Diário de Lisboa decide resgatar o herói fazendo dele uma lenda viva.
Numa época em que a República se encontrava moribunda, a exibição de um herói capaz de aglutinar massas em torno do regime e fazer esquecer o estigma de um «Alcácer Quibir do século 20» revestia-se de grande relevância.
Depois disso, a Pátria não se esqueceu do seu herói.
Chamou-o recorrentemente para o mostrar em cerimónias de regime, sempre que foi preciso enaltecer a nação e exaltar os valores da «raça».


E Milhões lá aparecia onde quer que fosse chamado, fardado e com seis medalhas reluzentes ao peito.



O herói português da Grande Guerra









fonte:https://soldadomilhais.wordpress.com/

Sem comentários:

Enviar um comentário