AVISO

O administrador deste blogue
não é responsável pelas opiniões
veiculadas por terceiros
nem a sua publicação quer dizer
que delas partilhe, apenas as
publica como reflexo da
sociedade em que se inserem
dando-lhes visibilidade
mas nunca fazendo delas opinião própria.
Ao desenvolturasedesacatos reserva-se ainda o direito
de eliminar qualquer comentário anónimo ou não identificado, que contenha ataques
deliberadamente pessoais, que em nada contribuampara o debate de ideias ou para a denúncia
de situações menos claras do ponto de vista ético.


sexta-feira, 28 de abril de 2017

A CRISÁLIDA DO BESOURO


Bem-vindos uma vez mais ao Japão, berço de Godzilla e lugar onde o entusiasta dos insetos Hirofumi Kawano cria lindos animaizinhos de companhia. Kawano publicou em seus perfis das redes sociais os vídeos de um deles, e é digno de qualquer filme de terror. O que você verá no primeiro vídeo é a crisálida de um besouro-hércules (Dynastes hercules). Como a maior parte dos insetos, os besouros atravessam uma fase de crescimento intermediária entre seu estado larvário e seu estado adulto.

VÍDEO


Nessa fase de crescimento envolvem seu corpo com um casulo protetor que vai mudando de forma até se converter em um esquema do animal definitivo. Neste caso, o animal definitivo tem esse glorioso aspecto:
Não importa qual é seu pior pesadelo, a crisálida deste besouro vai substitui-lo
Se a crisálida tem esse tamanho tão descomunal é simplesmente porque o besouro-hércules é descomunal. Os machos da espécie podem chegar a medir 18 centímetros incluindo seu poderoso corno. Aqui dois desses pequenos monstros em ação:

VÍDEO

Em forma de larva também são adoráveis. O estado larvário deste besouro dura um ou dois anos, até que a larva atinge um tamanho de 11 centímetros e pesa umas 120 gramas. Em sua defesa devemos dizer que o besouro-hércules é completamente inofensivo para o ser humano e que só se alimenta de frutas. Nesta página (em inglês) dão alguns conselhos sobre sua criação, que parece ser todo um hobby no Japão.

VÍDEO

www.mdig.com.br

Sem comentários:

Enviar um comentário