NOTA


Os textos assinados por outrem ou retirados de outros blogs ou sítios não reflectem necessáriamente a opinião ou posição do editor do "desenvolturasedesacatos"

terça-feira, 21 de março de 2017

SABIA QUE OS MATRAQUILHOS FORAM INVENTADOS DURANTE A GUERRA CIVIL ESPANHOLA POR UM POETA ANARQUISTA QUE QUIS ENTRETER AS CRIANÇAS FERIDAS NA GUERRA E QUE NÃO PODIAM JOGAR FUTEBOL ?

O jovem espanhol Alejandro Finisterre sonhava em ser poeta e confabulava conspirações anarquistas quando uma bomba caiu sobre sua casa, confirmando a Guerra Civil espanhola, em 1936.


Os matraquilhos foram inventados para crianças refugiadas da Guerra Civil espanhola por um anarquista apaixonado por poesia



Ferido entre os escombros nos quais ficou preso, Alejandro deixou o hospital coxo, sabendo que não mais poderia jogar futebol. Pior, no entanto, foi ver ao seu redor tantas crianças que, igualmente feridas naquela guerra, também não mais poderiam jogar bola. Foi diante desse absurdo que surgiu a faísca para sua mais célebre invenção dos matraquilhos

Pebolim1

Conforme contou a revista espanhola Um Caño, o raciocínio de Alejandro foi simples: se existe o tênis de mesa, tem de poder existir o futebol de mesa.
Ele encomendou a um carpinteiro que construísse os jogadores de madeira, e fez a caixa e a bola. A ideia era, através do jogo, “neutralizar por um momento a ignomínia da guerra” – e, para ele, foi como compor um poema “com espaço e tempo”, como bem disse o jornalista catalão Victor Amela.
Pebolim6

Alejandro foi viver no Equador, onde se tornou um importante editor, jornalista e poeta. Tentou inventar também o basquete de mesa, mas sem alcançar tanto sucesso. Seu grande poema foi mesmo a invenção ds matraquilhos– ou Futbolín, na Espanha, ou Metegol, na Argentina, ou totó, e assim por diante.
Pebolim2

Alejandro jogando pebolim
Sua invenção se popularizou no mundo todo, através do amor pelo futebol, mas também dos sorrisos e da diversão das crianças, capaz de superar, mesmo que por um instante (e pelas sábias mãos do poeta) até mesmo os horrores da guerra.

Alejandro jogando pebolim
Pebolim3

© fotos: divulgação

http://www.hypeness.com.br

Sem comentários:

Enviar um comentário