AVISO

O administrador deste blogue não é responsável pelas opiniões veiculadas por terceiros, nem a sua publicação quer dizer que delas partilhe, apenas as publica como reflexo da sociedade em que se inserem, dando-lhes visibilidade, mas nunca fazendo delas opinião própria.
Ao desenvolturasedesacatos reserva-se ainda o direito de eliminar qualquer comentário anónimo ou não identificado, que contenha ataques deliberadamente pessoais, que em nada contribuampara o debate de ideias ou para a denúncia de situações menos claras do ponto de vista ético.

Atenção este blog tem tradutor se quiser traduzir clique com o botão direito do rato ou procure o tradutor no fim da publicação e clique onde diz traduzir para português ou outro idioma.


sábado, 4 de março de 2017

Patrícia Mamona conquista medalha de prata no Europeu de pista coberta





Patrícia Mamona terminou o concurso do triplo salto do Europeu de pista coberta no segundo lugar com um salto de 14,32 metros, melhor marca pessoal este ano.
Ao segundo dia do Campeonato da Europa de Pista Coberta de Belgrado (Sérvia), a primeira medalha para as cores nacionais, obtida por intermédio de Patrícia Mamona, no triplo salto.
A portuguesa foi medalha de prata com um salto de 14,32 metros, obtido na quinta oportunidade e que é a sua melhor marca pessoal e também a quarta melhor mundial deste ano.
Mamona, que é campeã da Europa em título ao ar livre, mas nunca obtivera um pódio de grandes campeonatos em pista coberta, ficou a escassos cinco centímetros do lugar mais alto do pódio, que foi para Kristin Gierisch. A alemã obteve 14,37 metros na segunda oportunidade, registando depois três saltos nulos e fazendo 13,91 metros no sexto e último.
A grega Paraskevi Papahristou alcançou a medalha de bronze (14,24m), enquanto a outra saltadora lusa presente nesta final, Susana Costa, terminou em sétimo, com 13,99 metros, uma marca que é recorde pessoal.

Sem comentários :

Enviar um comentário