AVISO

O administrador deste blogue
não é responsável pelas opiniões
veiculadas por terceiros
nem a sua publicação quer dizer
que delas partilhe, apenas as
publica como reflexo da
sociedade em que se inserem
dando-lhes visibilidade
mas nunca fazendo delas opinião própria.
Ao desenvolturasedesacatos reserva-se ainda o direito
de eliminar qualquer comentário anónimo ou não identificado, que contenha ataques
deliberadamente pessoais, que em nada contribuampara o debate de ideias ou para a denúncia
de situações menos claras do ponto de vista ético.


domingo, 19 de março de 2017

ONTEM E HOJE


Hoje em dia, os mísseis fabricam muito mais inimigos que os DEMÓNIOS inimigos os que vivem nas entranhas. Que seria de um deus, o dono celestial disto tudo, sem inimigos?
O medo impera, as guerras existem para desbaratar o medo.
A experiência prova que a ameaça do inferno, o esotérico ainda aterroriza e é sempre mais eficaz que a promessa do Céu. 
Benditos sejam os inimigos. Assim o negócio prospera e nunca ninguém o poderá destruir.
Na Idade Média, cada vez que o trono tremia, por bancarrota ou fúria popular, os reis cristãos denunciavam o perigo muçulmano, instalavam o pânico, lançavam uma nova cruzada e administravam o santo remédio.as degolações, os peitos trespassados pelas flechas e pelas espadas, os crânios esmagados pelas clavas, e assim com a benção de santidade as fortunas mudavam de dono.
Depois a União soviética, a Rússia, que a louca Lúcia a mandado dos corruptos de saias, padres, bispos, cardeais e papas, elegeram inimiga do mundo, e fabricando "milagres oportunos" que inexplicavelmente ainda perduram, continuaram e ainda continuam disseminando o terror pelo mundo aniquilando os mais fracos em nome de jeová.
Há pouco tempo, George W. Bush foi reeleito presidente do planeta graças o oportuno aparecimento de Bin Laden, Obama diz que o matou e subiu no trono graças a isso.
Bin Laden grande Satã do reino,agora o Daesh, os refugiados que são todos suspeitos, os pretos, os palestinos e ainda os comunistas que continuam a comer criancinhas enquanto o mundo, a Igreja se enche de pedófilos, assassinos e gatunos.
António Garrochinho

Sem comentários:

Enviar um comentário