AVISO

O administrador deste blogue não é responsável pelas opiniões veiculadas por terceiros, nem a sua publicação quer dizer que delas partilhe, apenas as publica como reflexo da sociedade em que se inserem, dando-lhes visibilidade, mas nunca fazendo delas opinião própria.
Ao desenvolturasedesacatos reserva-se ainda o direito de eliminar qualquer comentário anónimo ou não identificado, que contenha ataques deliberadamente pessoais, que em nada contribuampara o debate de ideias ou para a denúncia de situações menos claras do ponto de vista ético.

Atenção este blog tem tradutor se quiser traduzir clique com o botão direito do rato ou procure o tradutor no fim da publicação e clique onde diz traduzir para português ou outro idioma.


quinta-feira, 16 de março de 2017

NOVAMENTE A BESTA ! Schäuble tem uma mensagem para Portugal: “Certifiquem-se de que não será necessário um novo resgate”


Ministro alemão das Finanças diz ainda que os “bons resultados” alcançados pelos países que foram alvo de resgates devem-se à pressão que os governos sofreram para atingir as metas


Wolfgang Schäuble voltou a falar esta quarta-feira sobre Portugal e sobre um eventual novo programa de ajuda financeira. “O meu alerta para Portugal é: certifiquem-se de que não será necessário um novo resgate”, declarou o ministro alemão das Finanças durante uma conferência de imprensa em Berlim.
Ainda que diga que o país não deseja nem precisa neste momento de um novo programa de ajuda financeira, Schäuble sustentou que essa hipótese não pode ser afastada.
De acordo com o ministro alemão, os “bons resultados” alcançados pelos países que foram alvo de resgates devem-se à pressão que os governos sofreram para atingir as metas.
Recorde-se que, em outubro, o governante germânico defendeu que Portugal estava ser “muito bem-sucedido até ao novo Governo” socialista - que prometia pôr fim ao que tinha sido acordado com o anterior Executivo.
Na altura, Schäuble disse numa conferência na Roménia que alertou Mário Centeno para os riscos de seguir outro caminho. Um dia depois, António Costa respondeu no Twitter, afirmando que “os alemães que nos conhecem confiam e investem em Portugal”, a propósito da assinatura de dois contratos para um investimento da Continental Mabor, em Vila Nova de Famalicão, no montante de 50 milhões de euros.
Mais tarde, o porta-voz do ministro das Finanças alemão, Frank Paul Weber, disse ao Expresso que Schäuble só falou numa hipótese, alertando para a possibilidade de Portugal ter que pedir um novo resgate, caso não respeitasse os compromissos acordados.


expresso.sapo.pt

Sem comentários :

Enviar um comentário