NOTA


Os textos assinados por outrem ou retirados de outros blogs ou sítios não reflectem necessáriamente a opinião ou posição do editor do "desenvolturasedesacatos"

sexta-feira, 24 de março de 2017

ISTO SÃO RETRATOS FEITOS A CARVÃO VEGETAL (GRAFITE)

O artista nigeriano Arinze Stanley trabalha com lápis e carvão vegetal em grandes folhas de papel de cartucho para trazer à vida enormes retratos hiperrealistas, que são alguns dos mais perfeitos que já vimos até hoje . Gastando mais de 200 horas em apenas uma obra de arte, Stanley esmiuça os detalhes mais ínfimos de cada peça para capturar meticulosamente reflexos de luz, gotas de suor ou emaranhados de cabelo. Acostumado com o ceticismo causado com suas obras finais, Arinze passou a compartilhar o trabalho em andamento de seus desenhos em vários estágios.

01
Retratos hiperrealistas de grande porte renderizados com grafite e carvão 01
O que é muito interessante na obra do nigeriano é que, diferente de alguns artistas hiperrealistas que se inclinam para a perfeição idealizada, Stanley se concentra no realismo puro, infundindo retratos com um sentido bruto de emoção e drama. A escala de cada peça, sempre parece um pouco maior do que a vida, acrescentada de um aspecto misterioso tridimensional. Só vendo para entender.

Stanley recentemente exibiu seu trabalho na Galeria Omenka e você pode ver mais de suas obras (e peças em andamento) na sua página do Instagram.
02
Retratos hiperrealistas de grande porte renderizados com grafite e carvão 02
03
Retratos hiperrealistas de grande porte renderizados com grafite e carvão 03
04
Retratos hiperrealistas de grande porte renderizados com grafite e carvão 04
05
Retratos hiperrealistas de grande porte renderizados com grafite e carvão 05
06
Retratos hiperrealistas de grande porte renderizados com grafite e carvão 06
07
Retratos hiperrealistas de grande porte renderizados com grafite e carvão 07
08
Retratos hiperrealistas de grande porte renderizados com grafite e carvão 08
Fonte: Colossal.


www.mdig.com.br

Sem comentários:

Enviar um comentário