sexta-feira, 17 de março de 2017

HÁ GENTE ASSIM


Para quê possuir algo que dá imenso trabalho custa imenso a sua manutenção e nos traz constantes dissabores ?
Pensar é coisa para os doutores.
 Se eu posso consumir o que outros pensam, o que outros dizem, percorrer os caminhos que me apontam de que mais preciso ?
O melhor será deitá-lo fora, desfazer-me do ingrato, dá-lo ao gato !
O JUÍZO !
António Garrochinho

Sem comentários:

Enviar um comentário